(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

Entre os métodos utilizados pelo Netflix para decidir quais programações vão ser disponibilizadas aos seus consumidores está a análise dos conteúdos compartilhados em redes piratas. Quem afirma isso é Kelly Merryman, vice-presidente de aquisição de conteúdo da companhia, que cita Prison Break como uma série que chegou ao sistema de streaming graças à grande quantidade de torrents ativos relacionados a ela.

Segundo Merryman, outro critério adotado pelo serviço é o fato de eles se adaptarem ou não à televisão ao vivo. Programas que prezam pela interatividade imediata, como American Idol, dificilmente devem dar as caras no Netflix — filosofia que também faz com que os administradores deixem de fora quaisquer eventos esportivos.

A executiva afirma que, embora o serviço tenha tentado adquirir os direitos sobre a série Game of Thrones, a HBO não concordou em disponibilizar a série para streaming. Segundo ela, enquanto existir o serviço HBO Go, o canal não deve disponibilizar nenhum de seus conteúdos exclusivos para outras empresas.

Cupons de desconto TecMundo: