Que tal ganhar dinheiro para fazer aquilo que você faria (ou já faz) de graça? Pois a Netflix criou um projeto que paga para espectadores assistirem a seus filmes e suas séries com o intuito de escolher um frame que melhor represente a obra para ser exibido como a imagem de miniatura na interface da plataforma, entre outras funções.

Assim, muita gente pensou que havia encontrado o emprego dos sonhos quando conseguiu arrumar esse “bico” na Netflix. O problema é que nem tudo são flores, e dois funcionários já processaram a empresa na Justiça trabalhista por problemas que tiveram com essa prestação de serviço. Segundo eles, as metas são extremamente exigentes, o que os obrigou a largar o emprego fixo que tinham para se dedicar apenas às tarefas da Netflix, sem contar, é claro, com a ausência de benefícios empregatícios mínimos.

Trabalho puxado

Lawrence Moss, morador de Long Beach, e Cigdem Akbat, residente em Los Angeles, afirmaram que chegaram a passar mais de 40 horas semanais presos aos filmes e às séries para cumprir a meta exigida pela Netflix ganhando o que eles consideram ser um valor abaixo do aceitável e sem nenhum benefício trabalhista incluso.

Ao informar o descontentamento para a Netflix, revelando que haviam deixado seus empregos principais de lado, ambos foram prontamente dispensados do serviço

Acontece que eles são enquadrados como apenas prestadores de serviço, o que não lhes dá direitos trabalhistas comuns, como férias, hora extra etc. Ao informar o descontentamento para a Netflix, revelando que haviam deixado seus empregos principais de lado, ambos foram prontamente dispensados do serviço, visto que a empresa teme arrumar problemas por servir apenas como uma fornecedora de renda extra.

Beetlejuice, Beetlejuice, Beetlejuice

Os participantes desse projeto – conhecido como Project Beetlejuice, talvez em referência ao amalucado filme homônimo – recebem cerca de US$ 10, em torno de R$ 35, por filme ou série assistida. Apesar de o valor parecer interessante, ainda mais para quem adora acompanhar as produções disponibilizadas na plataforma de streaming de vídeos, as metas que devem ser cumpridas são bastante altas, transformando o que antes parecia um sonho em um amargo pesadelo.

E você, acha que vale a pena virar horas a fio vendo Netflix e ganhando quase R$ 40 reais por cada produção assistida, mas ter que correr contra o tempo para ver um número quase desumano de vídeos?

Cupons de desconto TecMundo: