A maioria dos netbooks atualmente disponíveis no mercado estão limitados em memória a 1 GB, graças à restrição do processador Intel Atom utilizado, incapaz de suportar mais RAM do que isso. Felizmente isso está para mudar.

Desde janeiro a toda poderosa fabricante de chips começou a soltar no mercado a linha Pineview de processadores – inicialmente o modelo N450, ainda restrito em memória – para netbooks. Março, entretanto, viu o lançamento do N470 – com o respeitável clock de 1.83 GHz – para os fabricantes sem o limite de 1 GB de RAM com que estavam acostumados.

O N470 – fabricado com tecnologia de 45 nanômetros - mantém a estrutura de um núcleo, existente no N450, porém passa a suportar memória RAM DDR2-667. Além disso conta com um controlador gráfico integrado GMA 3150. Para compensar a falta de múltiplos núcleos, a linha Pineview apresenta tecnologia Hyper Threading.

Microsoft agradece

Intel Atom N470Desde o lançamento do Windows 7, Redmond afirma que o novo sistema operacional era leve o suficiente para ser utilizado em netbooks. Mesmo o Windows 7  sendo bem mais razoável – em demanda de processamento e carga de memória – que seu antecessor Vista, a performance nos pequenos portáteis ainda é sofrível.

Com a liberação do suporte para mais memória, entretanto, existe potencial para explorar versões básicas – Starter Edition ou Home Premium principalmente – nos netbooks sem grandes problemas.

Fonte: PC World

Cupons de desconto TecMundo: