Google Chrome

A Google lançou para o projeto Chromium em 11 de outubro partes do código que serão futuramente a versão 8 de seu navegador, o Google Chrome. Com a leitura dos tópicos de discussão da lista, duas conclusões puderam ser tiradas: a primeira que logo teremos a versão estável do Chrome 7 (que no momento ainda se encontra como Beta) e a segunda, foi que a aceleração de imagens será postergada até a versão 9.

Atualmente, com tantos navegadores diferentes no mercado, um dos diferenciais apresentados pelos desenvolvedores é a velocidade. O Chrome já busca desde o início apresentar uma engenharia para otimizada nesse sentido, voltadas para o emprego do WebGL. Ainda assim, ele ainda precisa percorrer um longo caminho para aumentar o poder na renderização de páginas.

Logo do ChromeEntre as funcionalidades que foram incluídas na lista de aceleração, que foram deixadas da versão 8 para a 9 do Chrome, estão o suporte para grandes camadas de imagem, ajustes com relação a opacidade, problemas no Canvas para gráficos em duas dimensões e suporte para funções do CSS, como habilidade para a criação de reflexos, sombras e máscaras.

Além disso, a decodificação de vídeo baseada em hardware também foi adiada para a versão posterior. Por outro lado, como a Google tem mostrado uma velocidade impressionante entre os ciclos de teste e lançamento do Chrome, talvez não seja um grande empecilho postergar itens de uma versão para outra.

Apenas a título de curiosidade, atualmente quem lidera a lista de navegadores com maior aceleração de hardware é o Internet Explorer 9, da Microsoft.

Cupons de desconto TecMundo: