O GomX-3 é um pequeno satélite modular CubeSat da Agência Espacial Europeia atualmente encarregado de uma tarefa bastante interessante: vigiar e registrar todo o tráfego aéreo ao redor do mundo. Em seu curto período de seis meses nessa operação, o aparelho conseguiu criar uma visão das mais interessantes, na forma de imagem que você pode conferir nessa matéria.

Caso você esteja se perguntando como o GomX-3 conseguiu fazer isso, a resposta está em sua antena. Com um curioso formato helicoidal, ela é capaz detectar os sinais ADS-B – basicamente, que transmitem informações de velocidade, posição e altitude do avião – enviados por cada aeronave no ar.

Usando os dados de posicionamento captados, por sua vez, a sonda teve como resultado o mapa que você confere logo abaixo:

Curiosamente (ou não), os pontos mais iluminados marcam as regiões do mundo com algumas de suas principais metrópoles

É importante notar que, infelizmente, apenas parte das aeronaves atuais utilizam sinais ADS-B, de maneira que os dados não são suficientes para criar o mais preciso mapa possível. Mesmo assim, ele já nos dá uma boa ideia dos locais mais visitados do mundo, como América do Norte, Europa e Ásia. A boa notícia é que esse quadro deve se tornar mais completo com o tempo, visto que é aconselhada a presença dessa tecnologia.

Satélites para vigilância são colocados em órbita "em segredo"? Comente no Fórum do TecMundo