O Centro de Excelência de Inovação Colaborativa da NASA (CoECI – sigla em inglês), por meio do Torneio Lab da NASA (NTL – sigla em inglês) fechou parceria com o portal Freelancer.com e utilizará solução crowdsourcing para a construção da sua nova geração de robôs.

A NASA montou uma equipe de 30 profissionais freelancers que irão projetar o conceito de um braço robótico para a próxima geração de robôs de voo, que irão substituir o SPHERES, robô autônomo de voo livre, na Estação Espacial. E entre os freelancers selecionados estão duas brasileiras.

O Astrobee, robô livre de passageiro, terá a capacidade de se mover dentro da estação espacial por conta própria, sem a necessidade de interfaces ou interferir no cotidiano da estação. Este tipo de robô pode executar uma série de tarefas, que podem ser de rotina, repetitiva ou simples, mas de longa duração, como vistorias e inspeções, servindo como uma plataforma de sensor móvel, ou mesmo como uma câmera de celular para filmar atividades ou eventos especiais, como vídeos dos astronautas para alunos.

Ele terá muitos novos recursos, mas um dos principais complementos será um braço robótico pequeno e leve, que vai ser utilizado para levantar e interagir com pequenos objetos. A NASA está trabalhando em seu próprio projeto, mas decidiu utilizar soluções crowdsourcing para chegar a um conceito alternativo, que poderá fornecer recursos complementares ou aprimorados.

O projeto está sendo implementado em três fases:

Fase 1: iniciada em 14 de janeiro o processo de cadastro dos interessados para que a NASA selecione trinta freelancers para a primeira etapa da competição.

Fase 2: Esta etapa exigirá que cada um dos trinta freelancers selecionados desconstruam a arquitetura do sistema. Quando desenvolvida a arquitetura de um sistema para um produto ou sistema, o processo é amplamente compreendido e utilizado para descrever todos os elementos que os compõem. Mesmo este sendo um processo amplamente utilizado, há sempre várias maneiras de se decompor qualquer sistema determinado. A NASA busca freelancers que a ajudem a descobrir maneiras diferentes de criar e abordar a desconstrução da arquitetura de um sistema complexo.

Fase 3: A equipe da NASA avaliará os projetos crowdsource com os designs detalhados de muitos desses subcomponentes, baseados nas especificações criadas pelos trinta freelancers na fase 2.

Essa nova parceria baseia-se em uma colaboração anterior, também desenvolvida a partir de soluções crowdsource para a concepção e implementação do Smartwatch app, que pode ser utilizado por astronautas no futuro. Mais de mil profissionais, entre UXs, designers gráficos e, engenheiros industriais de todo o mundo, participaram desse desafio e ajudaram a NASA a ampliar os limites da imaginação humana e inovação.

Via assessoria

Cupons de desconto TecMundo: