Fonte da imagem: Reprodução/SystemIce

A Intel deve anunciar hoje (18/02) a construção de uma nova fábrica no estado do Oregon, Estados Unidos. Lá serão fabricados os novos chips da marca, que podem revolucionar o mercado de aparelhos portáteis.

Com um investimento da ordem de US$ 8 bilhões para a construção do novo parque industrial, a empresa se orgulha de manter cerca de 75% de sua produção em território norte-americano, ao contrário de seus concorrentes, que terceirizam a fabricação em países asiáticos. O evento de hoje deve contar com a presença do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, com a intenção de reforçar boa imagem da empresa perante os concorrentes.

Junto à divulgação do novo complexo, a Intel deve anunciar oficialmente uma informação que foi dada ontem por um porta-voz da marca: até 2013, a empresa deve manter uma produção intensa de chips de 14 nm. Isso pode ser considerado uma ótima notícia para os fabricantes de aparelhos portáteis, podendo trazer uma diminuição significativa no tamanho dos equipamentos. Atualmente, os chips mais avançados da Intel têm 32 nm e a próxima linha a ser lançada deve trazer compostos que cheguem até 22 nm.

O nanômetro é uma unidade de medida que equivale e um milionésimo de milímetro, ou a bilionésima parte de um metro. O avanço da tecnologia pode revolucionar o mercado de portáteis: para se ter uma ideia, com 32 nm, os transistores chegam a ocupar uma área que equivale a poucas centenas de átomos de silício.

Cupons de desconto TecMundo: