Nanoprocessadores

Diversos anúncios sobre nanotecnologia e processadores minúsculos já foram feitos desde que as pesquisas voltaram seu foco para o “nanomundo”. Porém, nenhum resultado anunciado até o momento menciona a criação de um processador que realmente seja programável. Isso, no entanto, é passado.

Pesquisadores da Universidade de Harvard e da MITRE Corporation anunciaram esta semana a criação do que está sendo considerado o primeiro nanoprocessador que pode, de fato, ser programado. Descrito como um “salto adiante no que diz respeito à complexidade e as funções de circuitos bottom up”, o chip tem tudo para alavancar as pesquisas e acelerar a obtenção de resultados positivos.

O processador é composto por aproximadamente 500 nanofios de germanium (elemento químico similar ao silício), os quais foram integrados à fios de metal em um nanochip de 960 µm² (micrômetros quadrados), o que resultada em um dispositivo com menos de 1 milímetro.

Os pesquisadores notaram também que a arquitetura do chip é totalmente escalável e prometeram a criação de processadores ainda mais funcionais e menores do que os presentes no mercado.

Cupons de desconto TecMundo: