Fio de nanotubos

Pesquisadores da Universidade do Texas desenvolveram um fio feito de nanotubo capaz de criar roupas que se limpam sozinhas e ainda podem ser utilizadas como bateria. Utilizando teias de nanotubo de carbono para transformar pó em fibra, os pesquisadores conseguiram criar fios de tecido com as duas propriedades citadas.

A grande maioria das tecnologias que utilizamos hoje utiliza algum tipo de pó para trabalhar. As baterias de Ion-lítio, por exemplo, utilizam de um pó extramente fino como eletrodos para armazenar energia. Não há como negar que essa tecnologia é fantástica e funciona perfeitamente, o problema é que pó normalmente faz muita bagunça, além de ser difícil de manipular.

Como resolver esse problema?

Uma maneira prática e eficiente para resolver este problema da manipulação do pó é utilizando os nanotubos, que nada mais são do que estruturas de carbono capazes de se ajustar a quase todas as condições e necessidades.

O que os pesquisadores perceberam é que é possível esticar estruturas de nanotubos em uma espécie de rede e que, se espirrar pó nessa estrutura e depois torcê-la, é possível obter uma espécie de corda entre 95% e 99% do peso do pó, mas com as propriedades da estrutura de nanotubos.

Roupas de nanotubo é o futuro!

E o que isso tem a ver com roupas?

O resultado dessa torção de pó com a nanoestrutura é uma espécie de fio leve, extremamente resistente e durável e, o melhor (e mais estranho) de tudo, lavável! Dessa maneira é possível criar tecidos que podem ser utilizados como baterias (gigantes).

Felizmente ,a Universidade do Texas está trabalhando com uma empresa têxtil, a Nanocomp, para viabilizar a produção em larga escala deste fio e tentar colocá-lo o mais breve possível no mercado para os consumidores. Já imaginou você usando uma blusa de nanotubos que também é uma superbateria?

Cupons de desconto TecMundo: