A nanotecnologia é um campo cada vez mais explorado por pesquisadores. Ao diminuir o tamanho dos componentes ao nível molecular procuram-se formas de aumentar o desempenho de eletrônicos, ao mesmo tempo em que diminuem gastos com energia. Os resultados obtidos até o momento são impressionantes, ainda mais quando se leva em conta que se trata de uma técnica relativamente nova.

Estudantes da Universidade Texas Tech mostraram um dos aspectos mais fascinantes da nanotecnologia ao apresentar ao mundo o menor tabuleiro de xadrez já construído. Com o tamanho de 435 por 435 micrometros de diâmetro (para efeitos de comparação, um fio de cabelo médio tem 100 micrometros de diâmetro), o tabuleiro possui peças com saliências que permitem movimentos destas com o auxílio de um braço microrrobótico.

Tabuleiro visto através do microscópio

O nível de detalhes para algo tão pequeno é impressionante – ao capturar uma peça adversária, ela é movida pelo braço microrrobótico até um espaço ao longo das laterais do tabuleiro. Toda a movimentação é feita por meio de motores bidirecionais que permitem circular as peças longitudinalmente, com o auxílio do mecanismo de posicionamento que permite dois graus de liberdade.

O trabalho foi apresentado como um dos vencedores do concurso de sistemas microeletromecânicos (MEMS), realizado no laboratório nacional Sandia nos Estados Unidos. Além do tabuleiro, o outro vencedor foi uma microbarbearia projetada por estudantes da Universidade de Utah, capaz de cuidar de um único fio de cabelo por vez.

A microbarbearia consiste em uma microgarra que segura um único fio, colocando-o em frente a uma microsserra que realiza o corte. Também estão incluídos no dispositivo um microespelho e um microssecador que, além de complementar a barbearia, servem como uma boa forma de comparar a escala dos aparelhos desenvolvidos em relação aos utilizados normalmente.

Competição para estimular o desenvolvimento da nanotecnologia

Visão ampliada do tabuleiroOs trabalhos apresentados no MEMS são resultado de um esforço para aprimorar o ensino de microengenharia nos Estados Unidos, e todos os equipamentos utilizados são fornecidos pelos organizadores. O prêmio é dar aos competidores o prazer de ver seus projetos fabricados – o resultado é enviado de volta aos estudantes para que verifiquem se todos os detalhes seguem o objetivo e design original.

Todo o processo do concurso dura quase nove meses, iniciando com o desenvolvimento das ideias que serão apresentadas. Em seguida, os estudantes devem projetar um modelo preciso de computador, analisar o resultado e em seguida enviá-lo para a organização. Os vencedores são definidos por especialistas na área de microengenharia e professores universitários que analisam os projetos participantes e definem um vencedor.

Cupons de desconto TecMundo: