(Fonte da imagem: TGDaily)
O futuro da computação pode estar em microscópicas fitas que garantem o resfriamento de chips, lasers e outros periféricos. Engenheiros da Vanderbilt University revelaram uma tecnologia de resfriamento que utiliza um par de finíssimas fitas de um material conhecido como nanofitas de boro.

Segundo Deyu Li, professor de engenharia mecânica da universidade, a condutividade térmica dos pares de nanofitas de boro pode ser aprimorada em até 45%, dependendo de como os elementos são colocados.  A condutividade entre as nanofitas pode ser controlada com soluções de diferentes tipos, como álcool isopropílico e álcool puro.

Uma das primeiras aplicações deve acontecer para administrar a temperatura de aparelhos microeletrônicos, como os chips. Com bilhões e até trilhões de transistores grudados aos chips e somando apenas o tamanho de uma unha, o superaquecimento poderá ser facilmente prevenido.

Cupons de desconto TecMundo: