Oficialmente o Mobile World Congress 2015 começa apenas nesta segunda-feira (2), mas a Samsung decidiu queimar a largada e marcou a sua conferência de imprensa para um dia antes. Neste domingo (1), na cidade de Barcelona, a empresa sul-coreana revelou ao mundo os detalhes do aguardado Galaxy S6.

O smartphone tem deve chegar às lojas de pelo menos 20 países no dia 10 de abril. Oficialmente, não há confirmação se o Brasil está ou não nesta lista, mas pelo histórico da empresa em lançamentos anteriores, temos muitas razões para acreditar que o país já estará entre os primeiros a receber o celular. 

A equipe do TecMundo veio à Barcelona para conferir todas as novidades do evento e, é claro, não poderíamos deixar de ver de perto o mais novo aparelho da Samsung. Essas são as nossas primeiras impressões sobre ele. Para saber absolutamente tudo sobre o Galaxy S6, confira este link.

Galaxy S6: premium acima de tudo

Não há nenhuma dúvida quanto ao posicionamento que a Samsung pretende adotar daqui pra frente com o seu Galaxy S6: o celular chega ao mercado com o status de smartphone premium, o que inclui não apenas um hardware de ponta, mas também um acabamento com materiais de primeira linha. Esqueça o plástico maleável: a linha Galaxy agora aposta em um acabemento em metal e vidro.

Inegavelmente ele está mais bonito, transparecendo elegância e resistência. As laterais ganharam cantos arredondados e segurá-lo é uma experiência agradável: ele é leve, fino e bastante anatômico. O vidro que recobre a parte traseira é Gorilla Glass 4, o mesmo que protege a tela, garantindo que o que há de melhor em termos de resistência estrá disponível no modelo da Samsung.

Outra novidade significativa é o fato de que agora a bateria não é mais removível. Essa característica já havia sido apontada pela Samsung como um diferencial, mas ao que parece houve uma mudança de planos. E convenhamos: não há motivo algum para remover a bateria de um celular nos dias de hoje, portanto essa novidade é bem-vinda.

Hardware demolidor

Em nossas primeiras impressões, tivemos pouco contato com o aparelho. Os mais de 800 membros da imprensa internacional que tiveram acesso ao produto logo após a conferência tiveram pouco menos de 10 minutos para mexer em cada um dos celulares. Por isso, é difícil avaliar o seu real potencial nesse quesito.

Entretanto, o processador octa-core Exynos 7420 (na verdade composto por dois quad-core Cortex-A53 e Cortex-A57) aliado a 3 GB de RAM devem ser suficientes para dar conta do recado de qualquer aplicativo disponível na Play Store. A interface TouchWiz não mudou muita coisa em termos visuais, mas já percebemos um número menor de aplicativos embarcados – sinal de que ela pode vir mais leve e com melhor desempenho.

A tela Super AMOLED de 5,1 polegadas ganhou a impressionante resolução de 2560x1440 pixels, o que resulta em incríveis 577 ppi de densidade de pixels. Acredite, é praticamente impossível ver pixelização em alguma imagem.

Câmera de fazer inveja

Novamente, não foi possível fazer um teste prático com a nova câmera do Samsung Galaxy S6, mas se aquilo que a empresa apresentou na conferência se confirmer na prática, certamente estaremos diante de uma das melhores câmeras do mercado.

Com resolução de 16 megapixels, a camera do modelo foi comparada lado a lado com a câmera do iPhone 6 Plus e o resultado, literalmente, ofuscou completamente o modelo da Apple. Em fotos e videos capturados em ambientes com condições adversas de luminosidade, o resultado foi surpreendente.

E o preço?

A Samsung não fez nenhuma menção ao preço final do Galaxy S6. Entretanto, fontes ligadas à empresa no Brasil nos confirmaram que o modelo mais simples deve chegar às lojas por R$ 2.899. Haverá versões com 32 GB, 64 GB e 128 GB de armazenamento, todas elas não expansíveis.

E aí TecMundo, vocês gostaram?

Nossas primeiras impressões sobre o aparelho foram as melhores possíveis. O Galaxy S6 está visualmente mais bonito e seu novo design transparece elegância e resistência. Obviamente isso terá um preço alto para o consumidor, mas esse é o novo posicionamento da empresa. 

A TouchWiz ganhou melhorias sutis e seu desempenho parece estar melhor. Há menos aplicativos pré-instalados e o hardware escolhido deve ser capaz de rodar com folga tudo aquilo que está disponível na PlayStore. A câmera traseira, ao menos na demonstração da Samsung, foi outro show à parte.

Ao que parece, a empresa conseguiu corrigir suas principais falhas em relação ao modelo anterior e apostou muito mais no design do que apenas em uma atualização de hardware. O Galaxy S6 tem tudo para ser o melhor aparelho já lançado pela empresa até hoje. Resta saber se o consumidor estará disposto a pagar mais caro por isso.

Cupons de desconto TecMundo: