(Fonte da imagem: Reprodução/Vimeo)

Desenvolvido por Christian Losert e Paul Schengber, o Ziggybox é um sintetizador bem diferente do usual. À primeira vista, o aparelho parece um cinzeiro convencional, encontrado na casa de qualquer fumante – o que entrega sua característica musical é a saída para conectá-lo ao computador.

Ao colocar um cigarro em cima do aparelho, ele passa a gerar um ritmo constante que pode ser aproveitado pelo usuário na criação de novas faixas. Além disso, abrir e fechar as caixas vazias acopladas à sua superfície ativa novos efeitos. Como complemento, uma válvula lateral ajuda a modular o som resultante.

O Ziggybox usa uma combinação de C++ e Open Frameworks como plataforma básica, e os sintetizadores são acionados a partir de sensores de luz acoplados aos cinzeiros. Dependendo do ângulo em que um cigarro é colocado no aparelho, diferentes sons são executados, com a possibilidade de usar vários objetos de forma simultânea.

O objetivo do projeto é permitir que os usuários acessem e controlem facilmente um ambiente digital complexo que não é compreendido pelas pessoas em geral. Segundo os desenvolvedores, a intenção é mostrar que existem outras formas alternativas de usar computadores – para isso, apostam em interfaces pouco convencionais, mas que se mostram mais intuitivas do que os sistemas tradicionais.

Cupons de desconto TecMundo: