Uma pequena caixa de US$ 99 para um som monstruoso: Woojer

1 min de leitura
Imagem de: Uma pequena caixa de US$ 99 para um som monstruoso: Woojer
Avatar do autor

A música é feita de sensações. Não só ouvidos, mas o corpo todo responde a estímulos. No rock'n roll, um dos instrumentos que você provavelmente não reconhece é contrabaixo, mas com certeza você o sente. Sabe aquela batida forte no peito? Esse é o grave que você não consegue com míseros fones de ouvido.

Essa sensação do som explodindo em seu corpo também não se limita à música. Quem não gosta sentir o som ambiente e a trilha enquanto joga um video game? Foi pensando nisso que a Woojer lançou seu novo aparelho: uma pequena caixinha que deixa você sentir a batida. Isso mesmo, como uma peça de quebra-cabeça, imagine esse artefato utilizado ao lado Oculus Rift — é a realidade virtual sendo elevada a cada instante.

O Woojer conecta-se ao seu dispositivo por uma entrada 3,5 mm. Após a conexão, o usuário escolhe o melhor local para prendê-lo ao corpo. Pode ser na sua cintura, costas ou mesmo peitoral, onde normalmente sentimos o peso da música.

Como ele funciona

Por meio de fortes vibrações que batem perfeitamente nas notas graves das músicas ou trilhas, o aparelho funciona como um elaborado sistema de som em seu corpo.

O Woojer pode ser adquirido em quatro cores: preto, branco, verde e vermelho. O preço dele é de US$ 99, mas ainda há a versão Extreme. Ela adiciona outro Woojer para você colocar em outra parte do seu corpo, dobrando as vibrações. Esse "pacote" sai por US$ 179.

Assistência auditiva

Um ponto interessante em que esse gadget pode ser utilizado é uma nova maneira de escutar música para surdos e pessoas com problemas auditivos. Obviamente, o Woojer nunca vai substituir implantes ou aparelhos dedicados a essa função. Mas, ora, pessoas com problemas auditivos agora também podem sentir a música enquanto andam as pelas ruas ou veem um simples filme em casa.

O interessante de gadgets como esse é a tecnologia empregada. Enquanto avançamos a largos passos com a realidade virtual — aparelhos como Oculus Rift e Samsung Gear prestes a sair ao público em geral, por exemplo —, a utilização dela pode ir além do simples entretenimento. Basta entender como utilizar as novas tecnologias para suprir possíveis faltas em nosso cotidiano.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Uma pequena caixa de US$ 99 para um som monstruoso: Woojer