(Fonte da imagem: Reprodução/Spotify)

De acordo com apurações do jornal O Estado de S. Paulo, o Spotify, um dos mais populares serviços de streaming de música do planeta, está tendo grandes dificuldades para entrar no mercado brasileiro. O veículo de comunicação teve contato com algumas fontes próximas à companhia que revelaram alguns dos obstáculos encontrados por ela na intenção de estrear em nosso país.

Segundo essa publicação, o lançamento do serviço por aqui foi adiado devido principalmente a uma combinação de atrasos nas negociações com as gravadoras, questões jurídicas e tributárias não finalizadas, além de problemas com o sistema de pagamento.

O Spotify estava planejado para ser oficialmente lançado em terras tupiniquins em setembro do ano passado. Por causa desses e outros entraves, esse planejamento primeiramente passou para outubro e mais tarde foi estendido para o primeiro trimestre deste ano. As especulações agora indicam a disponibilização do serviço no dia 20 de maio.

Quem sabe na Copa

Um dos informantes do jornal disse que “eles tiveram problemas com a cobrança em real na plataforma”, fazendo uma referência a uma medida do Ministério da Justiça que obriga todo e qualquer e-commerce atuante no Brasil a cobrar somente em Real.

Além disso, uma segunda fonte explicitou que os responsáveis pelo Spotify tiveram um “choque cultural”, tendo que se adequar várias leis bem diferente das que eles estão acostumados e isso não teria agradado os executivos.

Por fim, a empresa parece não ter encontrado todas as parcerias necessárias para preencher as cinco cotas publicitárias, que giram em torno de R$ 600 mil cada. De acordo com o O Estado de S. Paulo, Heineken e FIAT já teriam contratos fechados e a LG estaria em negociação para um investimento local — embora tenha um acordo global com o serviço.

Segundo as fontes do jornal, “eles agora estão correndo para lançar antes da Copa do Mundo”. O veículo de comunicação procurou o Spotify tanto nos EUA como no Brasil para se pronunciar sobre o assunto, mas não obteve um retorno.

Cupons de desconto TecMundo: