(Fonte da imagem: portalmod)

Por Bruno Capelas

São Paulo (AE) - Em uma casa no bairro da Pompeia, entre os anos 50 e 60, os irmãos Dias Baptista usavam sua garagem para travessuras e aventuras musicais. Arnaldo e Sérgio, os dois caçulas, se tornaram conhecidos por fazer parte de um dos grupos que marcou a história da música brasileira, os Mutantes, mas só conseguiram fazer seu som graças às invenções do primogênito, Claudio César, que desde pequeno construía guitarras, baixos e pedais para seus irmãos e amigos próximos. Meio século depois, outra casa no mesmo bairro parece se aproveitar da inspiração sessentista para inovar no universo da música, com o projeto de uma pedaleira inteligente chamada MOD Quadra, capaz de adicionar quaisquer efeitos imagináveis ao som de guitarras, baixos, teclados e até mesmo à voz humana ao gosto do artista.

Criado pelo músico Gianfranco Ceccolini, em parceria com um grupo de desenvolvedores do HackLab, o MOD Quadra possibilita a qualquer músico customizar os efeitos (desde o wah-wah celebrado por Jimi Hendrix nos anos 60 até distorções, reverberações e atrasos) que deseja utilizar em suas performances, a partir de uma base de dados criada por programadores do mundo todo baseada em Linux.

(Fonte da imagem: portalmod)

Escolha você mesmo

"É como se colocássemos um computador à disposição do músico, com a possibilidade de ele adaptar o produto ao que ele precisar. Quando você compra uma pedaleira com efeitos, ela já tem tudo pré-definido pelo fabricante. No MOD Quadra, é o aparelho que se adapta ao usuário", explica Ceccolini, fazendo um paralelo entre sua invenção e um smartphone. "Nos dois, você escolhe o que vai usar mais, ao contrário do que acontecia com um celular comum.

Com o MOD, você tem a solução total e nunca mais vai precisar de outra pedaleira. É só customizar", resume. A usabilidade do MOD Quadra pode parecer complicada para quem nunca pegou uma guitarra na mão, mas é bastante simples: com conectividade Bluetooth, a pedaleira pode se conectar a qualquer computador. Na máquina, é possível acessar um servidor próprio do produto através de um browser, no qual é possível programar quais efeitos, pedais e até mesmo simulações de amplificadores serão utilizados pelo músico.

(Fonte da imagem: portalmod)

Cada configuração diferente pode ser salva direto no "pequeno computador" que é a pedaleira, e vai direto para seu sistema de armazenamento, em incontáveis possibilidades. É possível guardar várias configurações para serem usadas em uma só música, e até mesmo guardar "bancos" diferentes, para cada banda ou projeto que o músico tiver. "Queremos, no futuro, poder incluir até mesmo sensores de luz e acelerômetros como ferramentas para turbinar os efeitos que o pedal tem, dando poder ao músico de controlar a iluminação em seu show, por exemplo", explica Paulo Rocha, baterista e parceiro de Ceccolini na empreitada.

(Fonte da imagem: portalmod)

`Rodinha` de guitarra

Além disso, é possível compartilhar na nuvem as suas configurações de pedais preferidas, e baixar a de outros músicos para testar, usar e levar aos palcos. "A ideia é que, em breve, nós tenhamos uma rede social para todos os donos de MOD Quadra, de maneira que eles possam testar suas configurações, dividi-la com os amigos do Facebook e até mesmo gravar um vídeo mostrando como cada sequência de efeitos funciona, hospedando no Vimeo", explica Ceccolini.

Lançado em setembro de 2013, o MOD Quadra hoje pode ser adquirido no site da empresa por R$ 2,5 mil - até o momento, cerca de 20 unidades do produto foram comercializadas, como parte de testes da plataforma. Para 2014, a intenção do projeto é apresentar uma versão com o mesmo conceito, mas reduzida em tamanho e em componentes, o MOD Duo, e tentar financiá-la através do Kickstarter para chamar a atenção do mercado estrangeiro.

"Sabemos que o Brasil tem um mercado limitado, ainda mais com os impostos que tem por aqui. Já temos patentes nos EUA e na Alemanha e vamos mostrar o Quadra na Áustria em uma feira de áudio em maio", conta Gianfranco. A campanha no Kickstarter deverá ser lançada até o final do primeiro semestre de 2014, e o produto deve custar em torno de R$ 1,2 mil, dizem os desenvolvedores.

Via EmResumo

Cupons de desconto TecMundo: