Se o seu envolvimento com música vai além de acompanhar o último viral bizarro do YouTube, então é possível que você já tenha ouvido falar de Paul Vo. Trata-se do mago por trás das guitarras Moog, instrumentos capazes de gerar sustain infinito (ou staccatos). Em outras palavras, um Moog pode manter suas cordas vibrando por tempo indeterminado, gerando uma espécie de “guitarra 2.0”.

Bem, mas esse aparentemente foi apenas o ponto de partida de Vo. De fato, a tecnologia desenvolvida para as Moog encontra sua máxima expressão no sintetizador de áudio Vo-96. Trata-se, novamente, de uma manipulação física das vibrações das cordas, embora com alguns adicionais interessantes.

“Conversação em duas vias”

De forma bastante resumida, uma série harmônica é o conjunto de ondas composto pela chamada frequência fundamental e também por todos os seus múltiplos inteiros — uma questão mais física do que musical, vale dizer. Em outras palavras, trata-se de diversas frequências que são simultaneamente provocadas por, digamos, uma corda de violão.

É exatamente nisso que consiste o controle executado pelo sintetizador acústico de Paul Vo — atualmente a todo o vapor no Kickstarter —, capaz de alterar a forma das ondas em tempo real por meio de uma tecnologia apelidada de “conversação em duas vias”.

(Fonte da imagem: Reprodução/Kickstarter)

Basicamente, o aparato estrambólico do inventor — cuja maior parte é ocultada abaixo do tampo do violão — “ouve” o som das cordas e devolve uma quantia de energia magnética precisamente calculada, alterando a forma como as cordas soam. O aparato envolve 12 transdutores, sendo dois para cada corda.

O resultado, portanto, é a alteração (selecionável) de 16 harmônicos distintos em cada corda (16 harmônicos x 6 cordas = Vo-96). É possível tanto adicionar — gerando notas que ficam soando com características muito particulares — quanto retirar energia de frequências específicas — resultando em sons mais curtos, denominados de staccatos.

Dezenas de instrumentos em um

Na verdade, ao alterar a vibração em frequências específicas da chamada “série harmônica” (confira acima), o Vo-96 se torna realmente capaz de “transformar” o som do violão, conferindo características de outros instrumentos.

(Fonte da imagem: Reprodução/YouTube)

“A mãe natureza foi generosa com isso”, afirmou Vo na descrição do projeto para o site Kickstarter. “A conclusão é que há mais sons em uma única corda do que eu jamais poderia ter imaginado.” Resta agora imaginar qual será a reação da comunidade de experimentadores musicais — o tipo de músico não exatamente focado em “períodos áureos”, possivelmente.

Cupons de desconto TecMundo: