Desde o Walkman que o homem possui dispositivos portáteis e práticos para a reprodução de som. Além da portabilidade, estes aparelhos significam também individualidade, pois com um fone de ouvido você consegue escutar música em praticamente qualquer lugar sem incomodar a ninguém.

A evolução tecnológica trouxe até nós novos aparelhos: os iPods e MP3/MP4/MPX players da vida que, por serem reprodutores de mídia digital, possuem capacidade muito maior do que seu antecessor Walkman.

Capacidade aqui significa tanto suporte multimídia quanto potência sonora e é justamente este aumento de potência do som um dos grandes problemas destes aparelhos. Muitas pessoas acabam passando horas de seus dias com som alto ligado diretamente no ouvido o que, depois de algum tempo, deve causar problemas.

Leia mais sobre este assunto no artigo: Mito ou Verdade: fones de ouvido podem fazer mal à saúde?

Abaixe o volume ou diminua sua audição

A Sociedade Brasileira de Otologia (SBO) possui há 5 anos a Campanha Nacional de Saúde Auditiva que tem como um dos motes a seguinte frase: “MP3 players: abaixe o volume ou diminua sua audição para sempre”. O objetivo da campanha é conscientizar as pessoas sobre os danos à audição que podem ser causados por atos como ouvir música alta no fone de ouvido.

Foto: www.saudeauditiva.org.br

Nossos ouvidos são compostos por estruturas muito delicadas e que podem ser facilmente prejudicadas pelo hábito de escutar música alta. Este hábito se torna cada vez mais recorrente dentre os jovens devido à popularização dos aparelhos citados anteriormente neste artigo, portanto, há que se conhecer e respeitar os limites de seus ouvidos.

De acordo com a SBO, nenhuma pessoa deve permanecer em um ambiente com atividade sonora de 85 dB (decibels) por mais de oito horas. Além disso, quanto maior for este valor, menos deverá ser o tempo de exposição para que você mantenha a saúde de seus ouvidos o mais intocada quanto possível. Veja abaixo uma tabela com o tempo recomendável de exposição para determinados níveis de decibels.

Fonte: Sociedade Brasileira de Otologia

Dados da Sociedade apontam uma conversação a 1 metro de distância possui uma intensidade sonora de 60 dB, um carro passando a 20 metros emite uma pressão sonora de 70 dB, um piano tocando forte 92-95 dB, um show de rock com distância de 1 a 2 metros da caixa de som 105-120 dB e uma serra elétrica 110 dB.

Dicas de prevenção

Foto: www.saudeauditiva.org.brAlgumas recomendações feitas pela SBO sobre como proteger seus ouvidos:

• Deixe o volume do tocador de MP3 na metade do volume máximo do aparelho
• Fique atento para que o som saído dos fones não seja ouvido por pessoas ao seu redor
• Evite ficar muitas horas seguidas ouvindo música com fones de ouvido
• Evite utilizar fones em ambientes barulhentos como metrôs, terminais de ônibus ou ruas movimentadas, pois neste caso será necessário aumentar o volume para “competir” com o ruído dos locais.
• Caso perceba alguma dificuldade de audição procure ajuda médica

Clique aqui e acesse o site oficial da Campanha Nacional da Saúde Auditiva para obter maiores informações.

Projeto de lei prevê limite de potência em dispositivos

Ainda de acordo com a SBO, os MP3 players existentes no mercado podem chegar até a 120 dB, ou seja, este valor ultrapassa em muito o recomendado pelos especialistas e se analisarmos a tabela acima, ouvir música no volume máximo seria saudável por menos de 15 minutos diários.

A Comissão Europeia, instituição que representa os interesses da União Europeia, volta sua atenção aos dispositivos portáteis de reprodução multimídia – e em especial o iPod, o mais vendido na região – e pretende limitar a potência sonora dos aparelhos em 85 dB.

No Brasil um projeto de lei (PL) do deputado Jefferson Campos (PTB-SP) tramita na Câmara dos Deputados pretende proibir a venda de aparelhos “capazes de reproduzir música em formato digital” com capacidade sonora superior a 90 dB. O motivo alegado pelo deputado paulista no texto do PL é de que a superexposição a altos níveis causa danos à audição, o que já é confirmado por especialistas.

É fato que volume alto prejudica a audição, portanto, ambas as iniciativas são muito válidas. Porém, antes de qualquer coisa, as pessoas necessitam de uma reeducação em nome da saúde. Ouvir som alto é bom e quase todo mundo gosta, contudo, é importante saber que esta também é uma ótima maneira de prejudicar sua saúde auditiva. Fiquem atentos e abaixe o volume!

Cupons de desconto TecMundo: