(Fonte da imagem: The Telegraph)

Uma pesquisa divulgada na última quinta-feira (9 de fevereiro) pelo The Telegraph mostra que a cantora Adele foi a artista mais pirateada em 2011 no Reino Unido. Coincidentemente, ela também foi o nome do mundo da música que mais vendeu CDs, além de ter sido a primeira a quebrar a marca de um milhão de faixas vendidas no continente europeu através do iTunes.

Segundo o analista independente Mark Mulligan, existem três tipos de pessoas que consomem músicas: aquelas que optam por meios ilegais, as que compram discos e aquelas que, apesar de recorrer à pirataria, também adquirem material através de meios legais. Ele afirma que o terceiro caso explica a grande relação que existe entre o número de vendas de artistas populares e a pirataria de seus trabalhos.

“Cantoras como Adele são parte de uma raça em extinção. Além de ser uma artista que vende CDs, ela também é alguém a quem pessoas mais jovens querem ouvir de forma gratuita. Em geral, pessoas que costumam pagam por música tendem a desaparecer — motivo pelo qual as gravadoras estão preocupadas em encontrar outros modelos de lucro”, afirma Mulligan.

Cupons de desconto TecMundo: