Você já reparou que tudo agora é High Definition? TV, DVD, até o YouTube. É claro que o formato mais popular de áudio não poderia ficar de fora. Pois é, quando olhei para a sigla MP3HD fiquei pensando: “Não pode ser! MP3 High Definition? Como?”. Bom, depois de muita pesquisa e leitura, agora posso dizer que sim, MP3 ganhou sua versão de alta definição!

A Thompson, uma das empresas co-criadora do formato MP3, anunciou no mês passado o lançamento do mp3HD. Este novo formato promete fazer a compressão dos arquivos de música sem perda na qualidade como acontece com o MP3 tradicional.

Lossless ou lossy, qual a diferença?

Você já deve ter lido, em algum lugar, os termos lossless e lossy, principalmente se já teve a curiosidade de pesquisar sobre formatos de músicas digitais. Você sabe o que eles significam?

Não é mágica. É tecnologia!Lossless é uma palavra em inglês, que significa “sem perda”. Como você já deve ter percebido, o novo mp3HD é um formato de áudio lossless, a perda de informações é muito pequena, ou não existe, quando um arquivo é convertido para essa nova extensão.

Lossy, por sua vez, é aquele formato que descarta muitos dados no momento da conversão, que é o caso do MP3.

A perda de informações e dados que é citada ao longo do artigo é exatamente perder conteúdo da música. Por exemplo, se você pegar uma música que esteja no formato WAV com 30 MB e convertê-la para MP3, vai notar que seu tamanho irá diminuir significativamente. Mágica?!

Antes fosse! A grosso modo, pode-se dizer que o MP3 corta as partes inúteis da música, deixando apenas as frequências perceptíveis pelo ouvido humano. Isto permitiu que os arquivos ficassem menores, pois não há “excesso de informações”, apenas o que realmente interessa. Mas ainda assim, a informação é perdida, pois não há como recuperá-la.

   O MP3HD  


Como a ideia surgiu

Uma ideia que pode dar certo!A grosso modo, pode-se dizer que o MP3 corta as partes inúteis da música, deixando apenas as frequências perceptíveis pelo ouvido humano. Isto permitiu que os arquivos ficassem menores, pois não há “excesso de informações”, apenas o que realmente interessa.

No entanto, para quem trabalha com música, seja fazendo mixagens ou qualquer outro tipo de trabalho, a “perda” de informações pode ser um problema, pois dependendo da mudança feita pode ser que o áudio fique muito distorcido. Por esse e outros motivos, muitas pessoas não aderiram ao formato MP3, preferindo assim ficar com o FLAC ou o OGG da Vorbis.

A Thompson pensou então em criar uma “variação” do MP3 que não tivesse esta perda de informações, surgindo assim o mp3 de alta definição.

Como isso é possível?

A grande sacada por trás do mp3HD é que ele é um arquivo MP3 comum, com algumas informações adicionais em sua Tag ID3. A Tag ID3 é quem permite que você armazene informações como título da música, artistas, álbum, número da faixa ou qualquer outro dado pertinente ao arquivo dentro dele próprio.

Tag ID3 no Winamp

Primeiro as vantagens

Além de não cortar informações das músicas, os arquivos no formato mp3HD são totalmente compatíveis com softwares e hardwares que reproduzem arquivos no formato tradicional de MP3. Caso o aparelho usado não tenha suporte para o novo formato, ele irá simplesmente ignorar as informações adicionais e executar o arquivo normalmente com os dados que lhe são compatíveis.

A segunda vantagem é a qualidade das músicas e arquivos de áudio no novo formato, muito superior ao “velhaco” MP3. Mas, infelizmente, nem tudo são flores. Como toda novidade, esta também tem lá suas desvantagens.

Agora, as desvantagens

A primeira grande desvantagem do novo formato diz respeito ao custo dos decodificadores e também dos codecs. O preço dos decodificadores ficará em torno de US$0,75, enquanto que os codecs podem variar de US$2,50 até US$5,00.

Como segunda desvantagem podemos citar o tamanho dos arquivos. Como todo e qualquer dado que você armazena no computador ocupa espaço, com as músicas não seria diferente. Uma música de aproximadamente quatro minutos tem entre 18 e 24 MB. Sim, é bem pesado, mas ainda assim é mais leve do que o conhecido WAV, e a qualidade de som é incomparável, segundo relatos de alguns usuários.

Como executar o novo formato

Os players de áudio ainda não estão preparados para reproduzir o formato mp3HD, exceto por um deles. O Winamp (ainda bem que sempre tem um apressadinho) já possui um plugin disponível para download que promete executar os arquivos de áudio extraindo todas as informações neles contida e reproduzindo com qualidade superior.

WINAMP, o apressadinho! (ainda bem)

Além disso, no site All4mp3.com é possível encontrar um codificador e um decodificador para que você possa converter suas músicas e aproveitar o que há de melhor nelas. Os programas ainda estão em fase de teste e, por enquanto, ainda estão disponíveis gratuitamente. Os aplicativos possuem suas versões também para os usuários de Linux e Mac OS X. Vale lembrar que os programas funcionam apenas por linha de comando.

Vale mesmo a pena?

E agora, será que vale mesmo a pena converter todas as suas músicas para o formato de alta definição do MP3? É difícil dizer, pois a nova extensão ainda não está bem conhecida na Internet e outros meios.

Pense bem, pode ser que valha a pena!Há quem diga que a ideia não irá vingar e que o mp3HD cairá no esquecimento, como aconteceu com o MP3 5.1. Com o preço dos HDs e dispositivos de armazenamento caindo a cada dia, e a capacidade sempre aumentando, o problema de espaço em disco não seria uma desculpa tão boa assim para não aderir ao novo formato.

O fato de ser necessário pagar um taxa para obter codecs e codificadores para mp3HD talvez seja o motivo mais usado pelos usuários para não utilizar a extensão.

É grande o número de adaptações necessárias para que todos os meios suportem e executem os arquivos em um novo formato, mas se a qualidade realmente for superior à do MP3 convencional, talvez valha a pena! Que dúvida não?!

Finalizando...

Bom pessoal, o artigo vai ficando por aqui. Eu espero que este novo formato dê certo, mas que não elimine definitivamente o MP3 convencional. E vocês, o que acham? A moda de High Definition parece ter dado certo para a maioria dos meios em que foi usada, mas será que MP3 em alta definição vai pegar?

Cupons de desconto TecMundo: