Na semana passada, o mundo da música encontrou-se em uma grande polêmica nos Estados Unidos. Em 2014, a cantora Kesha moveu uma ação contra o produtor Dr. Luke o acusando de abuso sexual. Ele, por sua vez, negou as acusações e ainda moveu uma ação contra Kesha por difamação e quebra de contrato. Por causa disso, Kesha quis uma autorização judicial para gravar músicas sem a Sony Music e o produtor.

No pedido oficial, ela tentou uma autorização para editar ou terminar o contrato, uma vez que a situação com a Sony estava insustentável — e também pelo fato de ela não estar gravando nada por represália da gravadora. Isso foi andando vagarosamente, até que a Suprema Corte de Nova York negou os pedidos de Kesha, dizendo que a justiça não pode derrubar um contrato que foi negociado e aceito pelas partes.

Ou seja: a cantora Kesha está sem poder gravar novas músicas e sem a autorização para procurar novas parcerias no mercado. Isso despertou bastante compaixão por parte de outros artistas, como a também cantora Taylor Swift. Neste início de semana, Swift doou US$ 250 mil para que Kesha possa sobreviver enquanto tenta recorrer à atual decisão.

Além dela, Lady Gaga, Demi Lovato, Grimes, Lorde, Lily Allen e Kelly Clarkson já manifestaram apoio à Kesha pelas redes sociais.

Será que a cantora Kesha vai conseguir derrubar o contrato com a Sony? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: