O presidente do conglomerado japonês Toshiba, Hisao Tanaka, pediu demissão nesta terça-feira por irregularidades na apresentação da contabilidade do grupo. Dois antecessores, Norio Sasaki, atualmente vice-presidente do conselho de administração, e Atsutoshi Nishida, conselheiro especial, também deixaram seus cargos pelo mesmo motivo, assim como outros cinco membros do conselho de administração.

"Pedimos desculpas aos acionistas e aos investidores pelas irregularidades contábeis de 151,8 bilhões de ienes [1,1 bilhão de euros] dos anos 2008/2009 até 2013/2014 detectadas em um relatório de um comitê de especialistas independentes", afirmou a Toshiba em um comunicado publicado meia hora depois do fechamento da bolsa de Tóquio.

A companhia também pediu desculpas por não ter apresentado ainda as contas do período 2014/2015. "Levando em conta tudo isso, o presidente, o vice-presidente do conselho de administração e outros cinco administradores apresentaram nesta terça-feira sua demissão, assim como o senhor Nishida, conselheiro especial", explicou a companhia.

Estas demissões implicam a metade do conselho de administração, presidido por Masashi Muromachi, que assumirá temporariamente a direção do grupo até a nomeação de um novo presidente. A Toshiba tem de apresentar em setembro suas contas 2014/2015 ante uma assembleia geral extraordinária de acionistas, que terá também de aprovar a nomeação do novo presidente.

TóquioJapão

Via Em Resumo.

Cupons de desconto TecMundo: