O segmento de notebooks gamer é marcado por produtos de alto nível, que geralmente competem em igualdade quando tratamos da parte de hardware.

Entretanto, algumas marcas conseguem se sobressair ao trabalhar com design diferenciado e tecnologias exclusivas que entregam uma experiência ainda mais primorosa ao jogador.

Certamente, a MSI é uma das fabricantes de notebooks gamer que mais se destacam neste sentido. No Brasil, ela é uma das poucas que oferecem produtos do mais alto nível para os jogadores mais exigentes, sendo reconhecida como uma das mais inovadoras.

Como de costume, todos os anos, a empresa atualiza sua linha de produtos com máquinas ainda mais robustas. Para conferirmos o que a marca tem de mais recente, ela no enviou uma unidade do Dominator Pro GT72 para testes.

Este notebook é um dos mais poderosos da MSI, voltado principalmente aos jogadores mais exigentes. Ele tem tela de 17 polegadas, o melhor processador gráfico da NVIDIA, sistema de som da Dynaudio e uma configuração de hardware invejável. Vamos conferir como ele se sai na hora de rodar games, mas antes confira a lista de componentes do aparelho.

Especificações

Design

O estilo característico que a MSI adotado em toda sua linha de notebook é reaproveitado nesta máquina, de modo que temos um computador da mesma família, mas com características próprias no design.

Sendo bem sinceros, podemos dizer que o visual desta máquina é simplesmente matador. A MSI caprichou na composição dos elementos, combinando cores e elementos que compõem um modelo que chama  atenção já no primeiro olhar.

A tampa é feita de material que imita aço escovado, com retas marcantes e um pequeno relevo que deixa o logotipo e o ícone Gaming Series com o dragão em destaque. É interessante ressaltar que este elemento visual é retroiluminado quando o notebook está ligado.

Por dentro, temos o belíssimo teclado da SteelSeries. O modelo é perfeito para a jogatina, com as principais teclas usadas em jogos de FPS posicionadas em local de fácil acesso. Inclusive, a MSI reposicionou o botão Windows para evitar cliques acidentais e facilitar o uso da Barra de espaço.

Além da ótima qualidade de construção, as teclas são retroiluminadas por LEDs RGB, o que fica um espetáculo no escuro. Infelizmente, para quem pretende usar a máquina para produzir textos, temos uma má notícia: ela tem layout americano.

Ao lado do teclado, há botões que servem para alternar entre os chips gráficos (o da NVIDIA e o Intel) e ligar o XSplit Gamecaster. Vale constatar aqui que este notebook já vem com a licença do XSplit, o que é ótimo para os jogadores que pretendem capturar os gameplays e transmiti-los na web.

Na lateral, ainda temos um botão para personalizar as luzes do teclado, que podem ser configuradas de várias formas — com tom único ou alternado. O padrão escolhido para o fundo das teclas também é ativado na iluminação frontal e na borda colorida do touchpad.

Bom, quanto ao touchpad, ele apresenta os mesmos problemas que vemos em outros aparelhos do segmento. Infelizmente, não é um componente adequado para a jogatina, o que nos obriga a recomendar um mouse externo. Apesar disso, a MSI caprichou na inserção deste componente, ao usar apenas uma linha para demarcar a posição do touchpad.

Tela gigante

Na parte interna, bem ao centro da tampa, a telona de 17,3 polegadas com resolução Full HD ocupa muito bem o espaço disponível. As bordas ao redor do display são grossas, mas importantes para compactuar  com a parte de baixo do produto, onde é preciso acomodar uma grande quantidade de componentes de hardware.

A tela tem ótimo nível de brilho e contraste e quase não notamos problemas de distorção de cores — salvo quando posicionamos o visor em ângulos extremos, algo que não é muito comum durante a jogatina. O ajuste da iluminação da tela é gradativo e possibilita ótima experiência até mesmo em locais com luz ambiente reforçada.

Gostamos também que o display não vem com película adicional, evitando reflexos que acabam atrapalhando o jogador. Enfim, a tela é um show para jogos e filmes, ficando ainda mais interessante por poder ser combinada com mais três d isplays externos — que podem ser conectados nas portas DisplayPort e HDMI.

Hardware poderoso

O Dominator Pro que nós testamos vem com processador Intel Core i7 4710HQ, 16 gigabytes de memória RAM, SSD de 240 GB, HD de 1 TB (ideal para guardar todos os jogos), gravador de Blu-ray, 6 portas USB 3.0, placa de rede Killer DoubleShot e muito mais!

Evidenciamos aqui que o processador não é o mais recente da Intel, mas ele é mais do que suficiente para os games mais pesados e entrega desempenho muito próximo ao da quinta geração. Não temos quaisquer queixas quanto ao chip principal, já que ele se mostrou extremamente eficiente tanto no uso de aplicativos quanto para rodar os games.

Quando o assunto é poder gráfico, este notebook deixa muitos outros comendo poeira. Este computador da MSI vem com o processador NVIDIA GTX 980M, que é o mais poderoso da atualidade. Perfeito para rodar os jogos em Full HD com altíssima qualidade, esta GPU é de cair o queixo.

Este modelo é capaz de rodar jogos como Witcher 3 em Full HD em qualidade Ultra, mantendo performance próxima de 40 frames por segundo. Ao usar o computador na bateria, o chip gráfico economiza energia, mas ainda mantém um desempenho satisfatório, renderizando 30 frames por segundo.

O gamer  Shadow of Mordor rodou na qualidade máxima em Full HD com taxa acima dos 60 frames por segundo, algo realmente surpreendente para um notebook. Já o jogo Hitman: Absolution funcionou com performance próxima dos 40 fps, o que é muito bom considerando que este título é bem pesado.

Para você ter uma ideia do poder desta máquina, o desempenho dela pode ficar até acima da GTX 960 para desktops, ou seja, é o notebook gamer para quem sempre sonhou em jogar tudo! Enfim, ficamos impressionados com a qualidade visual que até mesmo alguns desktops não conseguem alcançar.

Áudio de alta qualidade

O sistema de som deste notebook também é espetacular. Com tecnologia Dynaudio e subwoofer poderoso, o GT72 não precisa de caixinhas externas. O áudio envolve o jogador e consegue bons níveis de graves, agudos e médios, principalmente nos jogos, dando conta de reproduzir tanto a trilha sonora quanto os sons ambientes.

Obviamente, você ainda pode melhorar o som ao realizar ajustes no painel de controle da placa, que vem com várias configurações. Uma boa opção também é usar as conexões de áudio para conectar um sistema multicanal externo.

Claro que, ainda que o áudio seja de alta qualidade, alguns jogadores podem optar por usar um headphone, por isso a MSI já manda um acessório da SteelSeries projetado especialmente para acompanhar este Dominator Pro. Trata-se de um headphone de alta qualidade que é personalizado com a logo da MSI. Show de áudio!

Bateria para situações emergenciais

A autonomia e nergética com certeza não é o forte deste computador. Rodando games em Full HD e com uma placa de vídeo que precisa de muita ventilação, não tem bateria que aguente. Ela roda pouco mais de uma hora de jogo, mas o carregador sempre tem que ir junto.

Em jogos como The Witcher 3, em que a ventoinha fica ligada a todo tempo para resfriar o chip gráfico, a energia pode se esgotar ainda mais rápido. Felizmente, com a opção de alternar para o chip gráfico da Intel, é possível obter mais tempo de bateria quando não é necessário tanto poder de processamento.

Vale a pena?

Nós já testamos muitos notebooks gamers, mas nenhum conseguiu resultados tão bons quanto este modelo da MSI. Ficamos impressionados com o cuidado que a marca teve em alinhar design, alta tecnologia em todos os componentes e uma configuração capaz de dar conta dos jogos mais recentes em altíssima qualidade.

Com design top de linha e acabamento de primeira, a MSI consegue se diferenciar das principais concorrentes. Obviamente, o mais interessante desta máquina é o hardware, que vem com alguns dos modelos mais robustos da atualidade. O destaque fica para o chip gráfico, que faz bonito em todas as situações.

É interessante comentar que o Dominator Pro GT72 vem com sistema MXM atualizável, ou seja, você pode trocar o chip gráfico quando tiver um melhor do que o GTX 980M! Esta é uma opção interessante também para quem comprá-lo com o GTX 970M.

Além da configuração da parte de processamento principal, esta máquina conta com chip de rede pronto para a jogatina, bem como uma placa de som capaz de entregar os melhores resultados com sistemas multicanais. O resultado é notável na execução dos games, que ficam ainda mais divertidos na tela de alta resolução, que apresentou ótimos visuais.

Uma coisa que pode incomodar alguns jogadores é a questão do sistema operacional. A MSI envia o notebook com o Windows 8.1 original e, conforme orientação da NVIDIA, ela não recomenda a atualização para o Windows 10. Contudo, o jogador pode baixar gratuitamente o sistema operacional mais recente, mas talvez isto não resulte em melhorias significativas nos jogos.

Vale salientar ainda que, para uma máquina desse porte, ela nem é tão pesada. São 3,7 kg, o que não é absurdo se levar em conta que você pode carregar seu PC gamer para qualquer lugar.

De acordo com a MSI, este Dominator Pro custa R$ 15 mil. É salgado para a maioria dos jogadores, mas é o preço a ser pago pelo melhor da tecnologia em um notebook. Como se diz, esta máquina é para quem pode, não para quem quer.

Sinceramente, nós achamos que o preço está dentro do aceitável, levando em conta a atual situação do dólar e as tantas qualidades do produto. Também não é  tão absurdo se considerarmos que alguns produtos concorrentes têm valores próximos e não apresentam as mesmas qualidades. Parabéns à MSI pelo ótimo projeto!

Promoção MSI

Ficou interessado no produto? Bom, nós temos uma boa notícia. A MSI nos autorizou a liberar uma promoção muito bacana para os jogadores que comprarem qualquer notebook MSI nas lojas Kabum!, WAZ ou Oficina dos Bits. Na compra de qualquer modelo, você ganha uma cópia do game Far Cry 4. Para pegar sua chave, basta enviar uma cópia da sua nota fiscal no Facebook da MSI.

Cupons de desconto TecMundo: