(Fonte da imagem: Reprodução/VentureBeat)

Gary Kovacs deverá deixar o cargo como CEO da Mozilla em poucos meses, mas ele ainda aparece em eventos, fazendo questão de deixar claro o seu posicionamento em relação à concorrência. Hoje, Kovacs falou no D: Dive Into Mobile, um evento em Nova York, e aproveitou os diversos temas para abordar o Firefox OS, o potencial do Firefox nos produtos da Apple e os motivos pelos quais ele está deixando a companhia.

Entre tantas coisas ditas pelo CEO, o que mais chamou a atenção foi o principal motivo para que o Firefox ainda não tenha sido lançado em uma versão para iOS, enquanto a Google oferece o principal concorrente de seu produto, o Chrome, em iGadgets já há algum tempo.

Ele confirmou boatos que diziam que a Apple estaria bloqueando a aplicação enquanto a Mozilla tentava usar um sistema de navegação diferente. “O iOS tem uma política que exige que você use apenas aquele web engine”, disse Kovacs. “O nosso motor de web é diferente. Eu gostaria de ver muito mais energia por trás do iOS. Nós nos recusamos a fazer uma mudança apenas por política”.

Firefox OS deve chegar primeiro ao Brasil

Sobre o Firefox OS, Gary Kovacs disse que os primeiros gadgets com o sistema devem ser lançados no mês de junho em cinco países: Brasil, Venezuela, Polônia, Portugal e Espanha. Ao mesmo tempo, até 2014 o aparelho não deve desembarcar em território norte-americano, o que pode ser considerado como uma surpresa para o mercado.

Sobre a sua saída da Mozilla, Kovacs apenas disse que já tinha concluído aquilo que ele foi contratado para fazer, que seria ajudar a Mozilla a crescer e expandir para plataformas móveis. “Aprendi na faculdade que você não quer ficar em uma festa por muito tempo. Fui contratado para ser um agente de mudança. Nós crescemos e expandimos para mobile. É hora de passar para outras coisas”.

Cupons de desconto TecMundo: