A Ronin Motorworks, subsidiária da Magpul, anunciou recentemente uma nova e atraente motocicleta para o seu portfólio: a Ronin 47.

A inspiração para a confecção da moto veio do longa-metragem “47 Ronins”, lançado em 2013 e estrelado por Keanu Reeves, que conta a história de um grupo de samurais do século XVIII os quais querem vingar o assassinato de seu mestre.

Assim, apenas 47 unidades desse modelo serão fabricadas, sendo que cada uma delas deve ser “batizada” com o nome de um dos samurais citados no filme. A Ronin 47 deve custar US$ 38 mil (hoje, equivalente a quase R$ 95 mil em uma conversão direta) e, segundo o site SPLOID, já teve 12 motos fabricadas — cinco delas já teriam sido vendidas.

A nova motocicleta é, como a própria fabricante revela, uma espécie de evolução futurista da Buell 1125. Apesar de ter sido projetada com base nesse outro modelo, a Ronin 47 é realmente uma moto única.

Especificidades do futuro

O garfo frontal possui um mecanismo de suspensão especial que promove uma melhor adaptação da motocicleta ao peso do piloto e ao terreno em que está rodando, garantindo assim maior estabilidade e controle da direção. Além disso, esse componente comporta também um sistema de arrefecimento que facilita a diminuição da temperatura do motor quando ele é mais exigido. Basicamente, o radiador fica na parte da frente para uma maior ventilação.

Para ligar a moto, o dono precisa portar a sua chave codificada e dotada da tecnologia RFID. Cada chave possui um código único e sem ela o motor não é acionado. O painel de instrumentos tem um mostrador analógico para o tacômetro e um indicador digital para velocidade, temperatura da água e quilometragem.

Os mecanismos de freio e embreagem são totalmente ajustáveis por meio de botões. Para reduzir o footprint e proporcionar um design mais limpo, sem aqueles cabos trançados para todos os lados, os reservatórios de fluído são integrados no topo dos cilindros mestres.

Além disso, os espelhos e piscas estão conectados no final do guidão. Os indicadores luminosos estão posicionados de maneira que podem ser vistos tanto da frente quanto de trás da moto, e as especificidades não acabam aí. Muitas das partes mecânicas e estruturais da Ronin 47 são feitas sob medida para ela, incluindo o sistema elétrico, o mapeamento de combustível, o assento e o subframe.