(Fonte da imagem: Luigi Rosa (Flickr))
Os altos índices de acidentes envolvendo motociclistas fez com que o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) elaborasse uma forma de melhorar a formação de motociclistas. Uma das ideias para a reforma dos cursos para novos condutores de motocicletas pode ser a obrigatoriedade do uso de simuladores de veículos de duas rodas já no final de 2013.

Para a coordenadora-geral de Qualificação do Fator Humano no Trânsito, do Denatran, Cristina Hoffmann, um dos fatores que contribuem para o grande número de acidentes é a falta de conscientização dos próprios motociclistas. Segundo dados divulgados pelo Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (Dpvat), 69% das indenizações pagas em 2012 envolveram acidentes com condutores de motocicletas.

Hoffmann alertou ainda sobre a necessidade de conscientização social sobre o comportamento das pessoas enquanto motoristas. “É necessário que cada um pense sobre seu comportamento no trânsito. O condutor tanto de carro quanto de moto tem que entender que é responsável pelos seus atos”, afirmou.