DVI, do inglês Digital Visual Interface é um padrão de interface de vídeo criado por um consórcio de indústrias conhecido como Digital Display Working Group (DDWG) com o intuito de aumentar o máximo possível a qualidade dos dispositivos de vídeo digitais como monitores de LCD e projetores digitais. Esse padrão foi desenvolvido para transportar dados digitais não comprimidos para o vídeo.

A conexão DVI é totalmente digital, ao contrário da VGA tradicional que é analógica e traz mais qualidade para a imagem nos monitores de cristal líquido. Com a conexão DVI evita-se o trabalho de ter que converter dados vindos da placa de vídeo para o formato analógico para transmissão e converter novamente para o digital pelo monitor LCD.

Existem três tipos de conexões de DVI: DVI-D (digital), DVI-A (analógico) e DVI-I (digital e analógico). Para os formatos DVI-D e DVI-I, existem dois tipos de cabos, os de Single Link e Dual Link, que utilizam um formato para transmissão de informações digitais chamado TMDS (Transition Minimized Differential Signaling).

Exemplo de cabos de conexão DVI

Os canais TMDS servem para tornar a transmissão de dados protegida e com menos problemas, efetuando-a de forma codificada. Eles transmitem o sinal duplicado, contudo o segundo sinal é invertido. Quando o dispositivo receptor recebe os sinais, ele faz uma comparação e as diferenças encontradas fazem com que ele identifique alterações (ruídos de transmissão) e possa descartá-las.

Os cabos Single Link utilizam um TMDS de 165 Mhz enquanto os Dual Links usam dois. As resoluções máximas permitidas para o Single Link são de 1920 x 1080 a 60 quadros por segundo e do Dual Link 2048 x 1536 a 60 quadros por segundo.

Cupons de desconto TecMundo: