Tesla Model S Plaid+ está cancelado, anuncia Elon Musk

1 min de leitura
Imagem de: Tesla Model S Plaid+ está cancelado, anuncia Elon Musk
Imagem: Tesla/Divulgação
Avatar do autor

Elon Musk, CEO da Tesla, revelou publicamente o cancelamento da produção do Model S Plaid+. O veículo elétrico prometia ser uma versão com maior autonomia do novo modelo que será entregue aos motoristas neste mês.

Em uma publicação no Twitter, o executivo disse que a edição "básica" do Plaid é tão boa que não será necessária outra variante. Por conta disso, o projeto está sendo cancelado pela montadora norte-americana.

Conforme as informações, o motor de 1.020 cavalos do Tesla Model S Plaid tem capacidade de ir de 0-100 km/h em apenas 1,99 segundo. Além disso, ele pode atingir a velocidade máxima de 320 km/h.

Embora os detalhes fossem escassos, a maior diferença entre os dois modelos seria em relação à autonomia. Enquanto a versão "básica" tem cerca de 625 km de alcance, a edição especial do veículo poderia rodar 835 km com apenas uma carga de bateria.

Mesmo após o anúncio de Musk, o Plaid+ continua listado como uma das opções de configurações do Model S no site oficial da Tesla. Contudo, ele permanece indisponível para encomendas.

O Tesla Model S Plaid começará a ser entregue aos clientes a partir de 10 de junho. Nos EUA, o sedã está sendo vendido a partir de US$ 113 mil — cerca de R$ 570 mil na conversão direta.

Tesla Roadster e Model S.Tesla Roadster e Model S.Fonte:  YouTube/Reprodução 

Novo Tesla Roadster não será ofuscado

Especialistas atribuem o cancelamento do Model S Plaid+ a uma questão de sobreposição de produtos. Aparentemente, a próxima geração do Tesla Roadster será o veículo principal de alto desempenho da montadora.

Dessa forma, a versão turbinada do Model S poderia anular o objetivo da existência de um novo Roadster. Assim, a marca não abrirá mão de colocar o tradicional modelo como a única opção para quem deseja um carro rápido e com grande autonomia.