Paris terá carregadores para patinetes elétricas pela cidade

1 min de leitura
Imagem de: Paris terá carregadores para patinetes elétricas pela cidade
Imagem: Duckt/Divulgação
Avatar do autor

A cidade de Paris planeja instalar 150 estações de carregamento universal no bairro Paris Rive Gauche, que faz fronteira com o Rio Sena. Para tirar a ideia do papel, a cidade contará com a parceria das empresas Duckt e EIT InnoEnergy. O projeto, que ainda está na fase piloto, tem como objetivo reduzir o impacto climático na cidade. A expectativa é que as estações seja implantadas até o segundo trimestre deste ano.

Segundo a Duckt, as estações são simples e seguras, e funcionam como uma solução para organizar o espaço público, bem como para reduzir os custos de operação. Através delas, será possível fornecer energia não apenas para meios de transportes elétricos como patinetes e bicicletas, mas também para estruturas como painéis publicitários, estações de ônibus, postes, dentre outros.

Alternativa para reduzir número de carros

a  Duckt/Divulgação 

“Paris é a cidade ideal para demonstrar o poder da nossa solução. Com cerca de 15.000 scooters elétricas nas ruas, as políticas vão continuar avançando no sentido de implantação acelerada da micromobilidade”, afirmou o gerente nacional da Duckt na França, Marc-Antoine Réol. 

O projeto interligará o transporte público às estações que pretendem, entre outras coisas, reduzir o número de carros em circulação. Afinal, vale lembrar que, a partir de 2024, carros a diesel serão proibidos na capital francesa e, a partir de 2030, chegará a vez dos carros a gás.

“A solução foi construída para ser adaptável e ecológica”, acrescentou a gerente de vendas da EIT InnoEnergy,  Hortense Becheux. “Isso significa que ela pode até gerar sua própria energia por meio de opções solares. No EIT InnoEnergy, nosso objetivo é acelerar a transição de energia e, apoiando Duckt, sabemos que podemos fazer uma diferença significativa juntos.”