Porsche começa a fabricar combustível sintético em 2022

1 min de leitura
Imagem de: Porsche começa a fabricar combustível sintético em 2022
Avatar do autor

Chefe da divisão de carros esportivos da Porsche, Frank Walliser, disse que a empresa começará a produzir um combustível sintético em 2022. A informação foi divulgada antes da apresentação mundial do novo 911 GT3, que ocorreu nesta terça-feira, dia 16.

"É um longo caminho com grandes investimentos a serem feitos, mas temos certeza de que esta é uma parte importante de nosso esforço para reduzir o impacto de CO2 no setor de transportes", completou Walliser.

Parcerias para desenvolvimento

No final do ano passado, a Porsche divulgou um acordo para a produção de e-combustíveis com grandes empresas do setor energético, como Siemens Energy, AME, Enel e ENAP.

O projeto ‘Haru Oni’ está sendo construído na província de Magallanes, no sul do Chile. A região é ideal para o sucesso da operação, devido a presença de fortes ventos. Desta forma será possível fabricar o combustível sintético por meio da energia eólica.

Projeto ‘Haru Oni’, que será construído na província de Magallanes, no ChileProjeto ‘Haru Oni’, que será construído na província de Magallanes, no ChileFonte:  Siemens Energy 

A ideia é entrar em operação já em 2022, com produção de até 55 milhões de litros de combustível sintético até 2024. A estimativa é de que a fabricação aumente em 10 vezes até o ano de 2026.

Segundo Walliser, com a presença dos combustíveis sintéticos, "os automóveis não terão mais a necessidade de motores ou preocupação na queda de desempenho". Sem contar o bem que será causado no meio ambiente. "Em grande escala, esperamos uma redução de 82% na emissão de CO2", completou.