Quente demais? VW testa recarga rápida de elétricos no deserto

1 min de leitura
Imagem de: Quente demais? VW testa recarga rápida de elétricos no deserto
Imagem: Volkswagen/Divulgação
Avatar do autor

A Volkwagen instalou uma estação de recarga rápida para carros elétricos no deserto do Arizona, EUA, para testar o funcionamento da base em altas temperaturas. Baterias e carredores, por natureza, não lidam bem com temperaturas muito elevadas; portanto, a estação funcionaria como teste público da tecnologia.

Inaugurada para realização de testes de eficiência, a estação de recarga rápida da Volkswagen é uma experimentação da companhia para construir mais bases em outras regiões do país. Na região onde a estação foi instalada, as temperaturas podem chegar a 49° C, implicando num grande desafio para o funcionamento pleno das baterias e da recarga.

Recargas rápidas geram calor e precisam que as baterias mantenham uma temperatura estável por questões de segurança e vida útil. Essa condição é afetada significativamente quando o veículo está em local extremamente frio ou quente, já que a bateria estará exposta a condições pouco favoráveis para o fenômeno químico da recarga.

“Volkswagen ligou uma das maiores estações de recarga de EVs para teste público, o Volkswagen Group’s Arizona Proving Grounds. A estação com capacidade de 50 veículos ajudará na avaliação da VWGoA da eficiência das recargas e baterias em temperaturas elevadas.”, explicaram no anúncio.

Engenheiros e técnicos da companhia em todo o mundo terão acesso aos dados de eficiência das estações em tempo real para extrair o máximo dos dados, nas variadas condições do tempo do Arizona. As informações coletadas serão relacionadas a taxa de recarga, temperatura do equipamento, notificações de mal funcionamento, temperatura do ambiente e mais.

Além disso, a estação é composta por diferentes equipamentos de recarga, a fim de demonstrar a performance de várias tecnologias sob as condições adversas. Ainda assim, todos eles contam com travas de segurança para evitar danos no veículo em caso de mau funcionamento.

O resultado dos testes deve ser divulgado dentro de alguns meses — ou até depois de um ano. É importante consumidores do Brasil ficarem de olho nesse teste, já que o país tropical alcança temperaturas bem altas em algumas regiões e cidades.

Quente demais? VW testa recarga rápida de elétricos no deserto