Transporte ultraveloz: Hyperloop One construirá centro de testes

1 min de leitura
Imagem de: Transporte ultraveloz: Hyperloop One construirá centro de testes
Imagem: Pexels
Avatar do autor

A companhia focada em tecnologias de transporte Virgin Hyperloop One anunciou nesta quinta-feira (08) sua mais recente expansão de negócios: um centro de certificação multimilionário no estado da Virgínia Ocidental, nos Estados Unidos. A instalação de US$ 500 milhões será a primeira do tipo no país e servirá como base de operações de testes para a empresa.

A Virgin Hyperloop One espera começar as obras em 2022, e a base deve auxiliá-la a conquistar a meta de construir um sistema de transporte ultraveloz. Capaz de levar passageiros por meio de um tubo a vácuo com a velocidade de até 965 km/h, o modelo poderia realizar percursos na metade do tempo de uma viagem de um avião, por exemplo.

Maquete eletrônica da base de testes da empresa. (Fonte: Virgin Hyperloop One via Futurism / Reprodução)Maquete eletrônica da base de testes da Virgin Hyperloop One. (Fonte: Virgin Hyperloop One via Futurism/Reprodução)Fonte:  Virgin Hyperloop One via Futurism 

A empresa espera começar suas operações em 2030 e já conseguiu construir um centro de testes em Las Vegas (EUA) com sucesso em testes do meio de transporte a 386 km/h. Contudo, ainda precisa de muitos recursos para alcançar a meta de inauguração: a Virgin Hyperloop One deve arrecadar fundos milionários para efetuar a compra de terras e fazer seus testes, além de aprová-los nos quesitos de segurança.

Atrasos são esperados por se tratar de um processo lento. Em 2017, o CEO da empresa, Rob Lloyd, comentou em entrevista ao The Nacional que estava confiante com o início das obras para 2019, com testes em nível de produção em 2021. Atualmente, o projeto está sendo regulamentado pelo governo norte-americano.

Transporte ultraveloz: Hyperloop One construirá centro de testes