Marcas alemãs vão alcançar Tesla nos elétricos, diz CEO da Audi

1 min de leitura
Imagem de: Marcas alemãs vão alcançar Tesla nos elétricos, diz CEO da Audi
Avatar do autor

O CEO da Audi, Markus Duesmann, está confiante que as montadoras alemãs ainda têm muito a crescer no mercado de veículos elétricos e devem alcançar a Tesla em breve. Falando para a revista Focus.de, o executivo disse que a fabricante do Model 3 não possui uma larga vantagem no mercado de EVs.

"Honestamente, não vejo que a Tesla esteja à frente com a tecnologia de baterias de íons de lítio", disse Duesmann, em debate que também contou com o primeiro ministro da Baviera, Markus Söder. "Definitivamente não os vejo como líderes", completou o executivo da Audi.

Markus Duesmann, CEO da AudiMarkus Duesmann, CEO da AudiFonte:  Electrive 

De acordo com Duesmann, a Audi está agindo para ganhar mais espaço no mercado de elétricos. "Estamos correndo com botas de sete léguas", disse o executivo, fazendo alusão a um calçado folclórico europeu que permite andar mais rápido.

Tesla cresce no mercado

As declarações do executivo foram vistas com ceticismo. Apesar de a Audi estar avançando no setor, a concorrente que trabalha somente com veículos de energia limpa continua crescendo no mercado.

Elon Musk na apresentação do Tesla CybertruckElon Musk na apresentação do Tesla CybertruckFonte:  Insider 

Recentemente, a Tesla se tornou a montadora mais valiosa do mundo, após suas ações subirem e levarem a avaliação de mercado da firma para US$ 208 bilhões. Com esses números, a empresa superou a Toyota, antiga dona do título, e agora vale mais que o triplo de Ford e General Motors somadas.

Mesmo produzindo menos veículos que a Toyota, a empresa de Elon Musk tem ganhado a atenção do mercado com seus carros elétricos, como o Model 3, que é focado em custo-benefício, e o ainda não lançado Cybertruck. A montadora também realizará neste ano o Battery Day, evento em que deve ser o palco de revelação de uma nova bateria que supostamente possui 1,6 milhão de km de vida útil.

Marcas alemãs vão alcançar Tesla nos elétricos, diz CEO da Audi