7 caminhonetes elétricas que vale a pena esperar para ver

3 min de leitura
Imagem de: 7 caminhonetes elétricas que vale a pena esperar para ver
Avatar do autor

Os fabricantes tradicionais de automóveis, como Ford, General Motors e Volkswagen, investem pesado nos veículos elétricos, tendo o segmento de caminhonetes, muito popular nos Estados Unidos, como uma área de bastante interesse. Várias empresas anunciaram planos para produzir picapes híbridas ou totalmente elétricas nos próximos anos — e não apenas montadoras bem estabelecidas, mas também uma série de novas apostas.

Confira os sete primeiros modelos que vale a pena esperar nos próximos anos.

1. Caminhonetes elétricas da General Motors

A General Motors anunciou oficialmente que colocará à venda um modelo elétrico no segundo semestre de 2021. Há rumores de que a empresa pode até reviver a marca Hummer para aplicar em seus novos modelos de caminhões elétricos.

As opções elétricas da GM terão bateria com uma plataforma única, chamada B1T, projetada com os rigores do uso típico de caminhões, e deverão ter autonomia aproximada de 650 quilômetros.

2. Ford F-150 Elétrico

(Fonte: Unsplash/Sergio Rota)

A Ford confirmou oficialmente seus planos do F-150 Electric no North American International Auto Show de 2019, em Detroit. Meses depois, divulgou um vídeo mostrando um F-150 com um protótipo de trem de força elétrico, rebocando 450 toneladas de vagões.

Além de um modelo elétrico a bateria, a Ford está trabalhando em uma versão híbrida do F-150 em tamanho normal. Espera-se que seja lançado simultaneamente com o restante da próxima geração no fim de 2020, um pouco à frente da linha elétrica pura.

3. Picape elétrica da Karma Automotive

(Fonte: Autoguide/Reprodução)

A Karma fez o anúncio de uma picape elétrica na mesma época que a Tesla divulgou seu novo Cybertruck, mas até o momento não há nenhum detalhe sobre o veículo, exceto uma imagem divulgada em um comunicado à imprensa.

A foto mostra um caminhão vistoso e de aparência futurista, da cintura para cima, que parece ter  cabine muito longa e cama curta. Caso seja produzido, deve ter bateria relativamente pequena, tração nas quatro rodas e motor a gasolina a bordo, oferecendo centenas de quilômetros de alcance extra.

4. Bollinger B2

(Fonte: Bollinger/Divulgação)

Uma caminhonete elétrica com senso de estilo mais retrô, mesmo que custe US$ 125 mil. O Bollinger B2 é a versão pickup do SUV B1 planejado da marca. O veículo tem meta de torque de 92 kgfm, capacidade de carga útil de 2,2 toneladas e chega em 4,5 segundos a 100 km/h.

O Bollinger B2 terá diferenciais de travamento, desconectando as barras de balanço dianteiras e traseiras, e suspensão hidropneumática que permite até 50 centímetros de distância do solo. Essas características devem trazer uma ótima dirigibilidade em estradas de terra. O lançamento está previsto para o segundo semestre de 2020.

5. Tesla Cybertruck

(Fonte: Tesla/Divulgação)

O Cybertruck é uma caminhonete de aparência estranha, mas o veículo da Tesla pode ser atraente. A picape tem como objetivo ter 6,3 toneladas de capacidade de reboque, 800 quilômetros de autonomia e acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos.

O modelo terá suspensão pneumática ajustável capaz de estender a distância do solo a até 40 centímetros. O aço inoxidável laminado a frio que compõe o corpo do veículo promete, pelo menos na aparência de armadura, ser difícil de quebrar.

O preço do Tesla Cybertruck começará em US$ 39.900, aumentando para US$ 69.900 na versão de 3 motores com melhor desempenho. A produção começará no fim de 2021.

6. Rivian R1T

(Fonte: Rivian/Divulgação)

A Rivian foi aberta por um doutor em engenharia mecânica do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e se concentra na produção de uma picape elétrica de ponta, além de um SUV. Apresentado no Salão do Automóvel de Los Angeles de 2018, o Rivian R1T está programado para ter sua produção iniciada no fim de 2020, com preço inicial em torno de US$ 69 mil e alcance específico de cerca de 650 km.

Como o Bollinger B2, a caminhonete elétrica da Rivian será off-road, com 35 centímetros de distância do solo e capacidade de subir inclinações de 45 graus. O modelo de melhor desempenho será capaz de atingir 100 km/h em torno de 3 segundos.

7. LMC Endurance

(Fonte: Autoguide/Reprodução)

O LMC Endurance é um pouco diferente das outras caminhonetes elétricas, pois seu principal objetivo são as frotas de trabalho, não os consumidores individuais. Ele carregará quatro motores elétricos (um para cada roda), e sua bateria fornecerá resistência real, com alcance de 400 quilômetros com carga total.

Originalmente chamado de Workhorse W-15, o LMC Endurance foi planejado para produção em 2018, mas contratempos atrasaram o lançamento. Agora, a caminhonete elétrica deve ser lançada no fim de 2020. O preço está previsto para começar em US$ 52.500.

7 caminhonetes elétricas que vale a pena esperar para ver