Google, Amazon e Apple farão padrão aberto para Internet das Coisas

1 min de leitura
Imagem de: Google, Amazon e Apple farão padrão aberto para Internet das Coisas
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple, Amazon e Google, três das principais gigantes da tecnologia, anunciaram que vão deixar a competição de lado e criar um padrão aberto para dispositivos de Internet das Coisas (IoT). A iniciativa será feita em parceria com a Zigbee Alliance, fundação que também inclui nomes como a divisão SmartThings da Samsung e companhias como IKEA, NXP Semiconductors e Silicon Labs.

A novidade visa criar um projeto para simplificar e unificar a conexão de dispositivos inteligentes para casas. O novo certificado deve englobar não apenas aparelhos, mas também aplicativos e serviços em nuvem. Além disso, as empresas por trás do novo protocolo querem aprimorar a segurança da Internet das Coisas com o esforço coletivo.

Segundo o anúncio da iniciativa, o novo protocolo será desenvolvimento em código aberto e vai utilizar tecnologias e avanços das empresas que estão participando do grupo. As companhias por trás da iniciativa também disseram que estão abertas para receber fabricantes interessadas em auxiliar no desenvolvimento do padrão.

(Fonte: CNET/Reprodução)

Apesar de ainda não ter especificações divulgadas e uma possível data de lançamento, o novo padrão para aparelhos conectados tem como objetivo facilitar vida dos consumidores que estão entrando na onda da Internet das Coisas. "O projeto visa facilitar aos fabricantes de dispositivos a construção de dispositivos compatíveis com serviços de voz inteligentes, como Alexa da Amazon, Siri da Apple, Google Assistente e outros", explica o comunicado.

Além de dar mais opções para os futuros consumidores, o padrão também não deixará os atuais usuários de aparelhos conectados na mão. Segundo os organizadores do novo protocolo, a novidade será complementar às soluções que já estão disponíveis no mercado e servirá como um incentivo para a expansão de plataformas que já existem.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google, Amazon e Apple farão padrão aberto para Internet das Coisas