Parques da Filadélfia instalam dispositivo cuja frequência irrita jovens

1 min de leitura
Imagem de: Parques da Filadélfia instalam dispositivo cuja frequência irrita jovens
Avatar do autor

As autoridades da Filadélfia, o município mais populoso da Pensilvânia, nos Estados Unidos, estão se aproveitando do fato de que os ouvidos humanos deixam de ouvir certas frequências quando envelhecem para evitar atos de vandalismo cometidos por adolescentes nos parques da cidade.

Um dispositivo, que vem sendo chamado de Mosquito e cuja frequência irritante só pode ser ouvida por pessoas entre 13 e 25 anos de idade, foi instalado em alguns locais. O som é tocado das 22h até as 6h, período em que mais são registrados atos que danificam o espaço público, além de outros tipos de crimes na cidade.

(Fonte: Wikipedia/Reprodução)

Atualmente, 31 Mosquitos já foram instalados, e, embora a iniciativa ainda não tenha comprovado sua eficácia, vem causando discordância entre os habitantes da cidade. Há quem argumente que a medida é uma maneira de discriminar e colocar um alvo nas costas dos jovens, além de afastar não somente os mal-intencionados das praças mas também quem só quer curtir a noite em uma praça com os amigos. Os moradores também têm argumentado que não são apenas os jovens de até 25 anos que cometem esses crimes.

(Fonte: Pexels)

A vereadora Helen Gym, uma das parlamentares locais, ficou especialmente irritada com a contradição da atitude e questionou, conforme publicou o Ubergizmo: "Em uma cidade que está tentando lidar com a violência armada e criar espaços seguros, como ousamos criar ideias que são financiadas por dólares dos contribuintes e que afastam os jovens dos lugares que foram criados para eles? Não acho que esse projeto deva avançar enquanto não passar pelo escrutínio total do público e enquanto não tivermos uma atenção séria sobre se esse é o melhor uso do nosso dinheiro".

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Parques da Filadélfia instalam dispositivo cuja frequência irrita jovens