O governo de São Paulo informou na última sexta-feira (13) que a Polícia Militar do estado usará drones em um novo programa de vigilância. Chamado de Dronepol, o projeto foi anunciado pelo governador João Dória e contará com a aquisição de 208 drones que custarão aos cofres públicos mais de R$ 6,3 milhões.

Os novos equipamentos serão adquiridos por meio de licitação ainda neste semestre, com as entregas programadas para ocorrer até outubro. Todos eles farão parte do sistema integrado “Olho de Águia”, da Polícia Militar, que monitora locais em tempo real e envia todas as imagens para o Centro de Operações da PM.

Mais barato que um helicóptero

Em comunicado à imprensa, o governador paulista citou um custo operacional menor na comparação com o uso de helicópteros para defender o uso dos veículos aéreos não tripulados.

“O custo operacional para drone é 140 vezes menor do que o custo operacional de um helicóptero da Polícia Militar”, afirmou Dória. “E a funcionalidade e eficiência chega a ser superior, dado ao fato de que o drone pode fazer voos em baixa altitude”, completou.

Os policiais responsáveis pela operação dos drones passarão por treinamento específicos e os drones deverão atender às especificações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), do Departamento de Controle e Espaço Aéreo (DCEA) e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Cupons de desconto TecMundo: