A empresa-mãe da Google, a Alphabet, vem testando há algum tempo um sistema de entrega de produtos usando drones por meio da sua subsidiária Wing – que começou como um projeto do X Lab. No entanto, por mais que a tecnologia experimentada na Austrália desde 2014 seja muito eficiente, permitindo que as compras cheguem aos consumidores em até 10 minutos, um grande problema vem incomodando: o aparelhos usados são extremamente barulhentos.

Segundo o Wall Street Journal, moradores da região rural australiana sobre a qual as máquinas da Wing passam afirmaram que o som que elas fazem ao passar é equivalente ao de uma “motosserra fora de controle”. A intensidade do ruído é tamanha que as pessoas que vivem na rota dos drones evitam ficar nos próprios quintais e os donos de cachorros evitam a área para evitar que os animais fiquem nervosos.

Alphabet drone barulho

Mesmo que as devidas regulamentações sejam aprovadas para que os drones possam ser usados em grande escala, é improvável que isso passe a ser amplamente adotado enquanto eles continuarem tão barulhentos – especialmente nas regiões urbanas mais densamente povoadas. A Wing está trabalhando em modelos mais silenciosos, mas enquanto isso não acontece a empresa reduziu a velocidade das máquinas e alterou seus trajetos para que não passem sempre sobre as mesmas residências.