Quando a Uber cresceu na cidade de Londres, os primeiros problemas com a TFL começaram. A Transport For London é o órgão responsável para a maioria dos aspectos do sistema de transporte na capital britânica e foi a responsável por ter proibido o funcionamento do aplicativo de caronas pagas e, posteriormente, pela autorização do serviço após muito bate-cabeça.

Agora, parece que a relação entre Uber e TFL está boa: o aplicativo deve passar a veicular informações sobre o transporte público britânico para seus usuários. Segundo informou o Financial Times, a Uber deve incorporar os horários de trens e ônibus em sua plataforma para ajudar o usuário a fazer um planejamento de viagem, assim como já é possível fazer no Google Maps e outros apps similares.

A parceria entre a empresa e o órgão pode servir para instruir ainda mais o usuário com notícias ao vivo sobre acontecimentos no transporte

Os dados sobre o transporte público são sempre disponibilizados publicamente pela TFL, o faria com que a Uber pudesse utilizar livremente essas informações em seu aplicativo. Porém, a parceria entre a empresa e o órgão pode servir para instruir ainda mais o usuário com notícias ao vivo sobre acontecimentos no transporte, por exemplo, o que poderia agilizar uma viagem apressada pela cidade.

Apesar de tudo, a TFL não quis confirmar a informação e disse que nenhum tipo de assistência diferenciada estava sendo dada à Uber.

Cupons de desconto TecMundo: