Já imaginou um serviço de caronas que você possa pagar mensalmente pelas corridas? É mais ou menos isso o que o Uber acaba de lançar nesta semana nos Estados Unidos, em um sistema que lembra outros mais populares em outras áreas, como o Spotify ou a  Netflix.

Funciona assim: você paga valores a partir de US$ 14,99 por mês e enche sua conta com um saldo que vai sendo consumido ao longo dos dias. O conceito é de um clube de descontos com um bônus para ser gasto. Dessa forma, é possível fixar preços sem variação, mesmo em horários de grande movimento ou durante uma tempestade, em dois trajetos que costuma fazer com frequência.

Segundo o Uber, com o Ride Pass é possível também obter abatimentos de 15% nas outras corridas — incluindo UberX, Uber Pool e Uber Express Pool — fora de seu plano mensal e a economia estimada é de 15% a 20% sobre o que você gastaria normalmente. Em Los Angeles, o serviço é um pouco mais caro, US$ 24,99, e dá direito ao aluguel de bicicletas e scooters.

uberFonte: Uber

Por enquanto, está disponível em cinco cidades (San Francisco, Austin, Denver, Orlando e Miami) e a companhia ainda estuda a distribuição para outras localidades — não dá para saber se vai chegar ao Brasil.

Concorrente Lyft já conta com um sistema de pagamento mensal

A “assinatura de caronas” não é uma novidade, a grande rival da Uber, a Lyft, já disponibiliza esse plano desde o início de outubro. O All-Acess Pass oferece 30 corridas a US$ 299 para serem gastos durante 30 dias e cada carona pode sair até US$ 15, com o acréscimo pago pelo usuário.

Caso você não use as 30 corridas em 30 dias, você as perde. Portanto, é uma investida diferente, mais para quem realmente quer substituir a direção do cotidiano pelo transporte terceirizado. Segundo a empresa, é possível economizar até 59% em relação aos custos com um veículo normal.