Com o objetivo de começar a operar normalmente nos Estados Unidos até 2023, a Uber deu início à expansão internacional do projeto UberAir. A novidade agora é que o Brasil é um dos países que está nos planos da companhia de transporte para fazer parte dessa fase de testes. O anúncio foi feito nesta quinta (30), durante a conferência Uber Elevate, que acontece em Tóquio.

De acordo com a empresa, Austrália, França, Índia, Japão e Brasil são os cinco países que podem receber os veículos voadores do UberAir. Por aqui, a Uber citou a cidade do Rio Janeiro e o estado de São Paulo como potenciais regiões para os testes e afirmou estar trabalhando com autoridades reguladoras e especialistas em planejamento urbano de todos os países para colocar o projeto em prática.

UberAir é uma iniciativa da companhia que visa oferecer transporte através de veículos capazes de decolar de forma semelhante a helicópteros, sem a necessidade de pistas de decolagem. Batizado internamente de eCRM-003, a empresa promete velocidades máximas de até 320 km/h e autonomia para percorrer cerca de 100 km antes de precisar ser recarregado.

Por enquanto, o eCRM-003 está apenas em fase conceitual. A Uber está trabalhando com a Embraer e a NASA no desenvolvimento de protótipos. Além do Rio e de São Paulo, Paris, Tóquio, Sydney, Melbourne, Mumbai, Deli e Bangalore são as outras cidades que devem receber o UberAir nesse primeiro momento. Não foi divulgada uma data para o início dos testes.