Uber anunciou nesta segunda-feira (2) que está mudando a forma como cobra a taxa dos motoristas que utilizam o aplicativo de transporte no Brasil. A empresa vai acabar com a taxa fixa e passar a cobrar um valor que varia dependendo do tempo e da distância percorrida.

Anteriormente, a Uber ficava com 25% do valor total de uma corrida (20% no caso do Uber Black). Com a mudança, esse número será calculado levando outros fatores em consideração. Isso quer dizer que um motorista que faz uma corrida demorada, precisando passar por locais com muito congestionamento, terá direito a receber uma fatia maior do valor pago pelo usuário. Segundo a Uber, essa taxa cobrada pode ser de apenas 1%, em alguns casos.

Todas as mudanças valem apenas para os motoristas e não vão afetar o preço pago pelos usuários.

Da mesma forma, se o motorista fizer várias corridas em um curto espaço de tempo, a Uber pode cobrar uma taxa até maior que os 25% arrecadados anteriormente. Esse modelo já era utilizado nos Estados Unidos, mas está chegando apenas agora ao Brasil.

Segundo a empresa, os motoristas não gostavam da taxa fixa e pediam por um modelo que levasse o trânsito em consideração na hora de calcular o pagamento. Além desse valor dinâmico, a Uber cobra uma taxa de R$ 0,75 sobre cada corrida, que não será alterada. Todas as mudanças valem apenas para os motoristas e não vão afetar o preço pago pelos usuários.