A tecnologia pode ser uma verdadeira mão na roda no dia a dia, e utilizar gadgets eletrônicos em casa é uma tendência em tempos de internet das coisas.

Mas sempre haverá céticos a respeito da verdadeira segurança desses dispositivos – e, às vezes, eles têm um pouco de razão. O alvo de desconfiança da vez é a campainha inteligente Ring, um recurso que permite aos usuários atenderem a campainha de casa com uma chamada de vídeo por meio do próprio smartphone.

1

Prático, não é mesmo? Alguém toca a campainha, você não está lá para atender, mas seu smartphone é ativado, e você pode ver quem está tentando falar com você. O problema é que, segundo o site The Information, há uma falha que permite que usuários conectados com o aplicativo possam continuar visualizando as imagens mesmo depois que o principal altere a senha.

Eles chegaram a essa conclusão quando uma pessoa que utilizava a tecnologia alterou sua senha ao terminar um relacionamento amoroso. Ela descobriu que seu ex-parceiro continuava assistindo ao que se passava na câmera mesmo meses depois que a senha tinha sido alterada e que a Ring não havia obrigado o usuário a inserir a nova palavra-passe, permitindo que ele continuasse utilizando o recurso normalmente.

2

Essa é uma assustadora falha de segurança que viola a privacidade dos usuários e que a empresa diz estar trabalhando para resolver. Por enquanto, a recomendação é de que os usuários evitem repassar seu login e senha para qualquer pessoa que não seja da mais extrema confiança, como familiares.