Más notícias para o mercado de carros autônomos. Isso porque um veículo autônomo de testes operado pela Uber acaba de se tornar o primeiro da história a ser responsável por um acidente que resultou na morte de uma pessoa.

O caso, segundo o The New York Times, ocorreu em Tempe, Arizona, em algum momento ainda não revelado entre a noite deste domingo (18) e a madrugada de hoje (19). O incidente teria ocorrido em vias públicas, quando uma mulher (que não foi identificada publicamente) atravessou a rua fora da faixa e acabou sendo atingida fatalmente pelo carro, declarou a polícia.

Diante do caso, um porta-voz da Uber já informou que a companhia está oferecendo “cooperação total” com as autoridades locais. Além disso, ela também informou que está suspendendo o teste de seus carros autônomos nas regiões de Tempe, Pittsburgh, San Francisco e Toronto. Resta agora aguardar maiores informações.

“Nossos corações estão com a família da vítima. Nós estamos cooperando totalmente com a Polícia de Tempe e autoridades locais enquanto elas investigam o incidente.”

[Atualizado 19/03 - 15h00]

Após algumas horas de mistério, o Departamento de Polícia de Tempe lançou uma declaração oficial sobre o ocorrido. O incidente ocorreu às 22h de ontem, na travessia das ruas Curry Road e Mill Avenue; a vítima do incidente, por sua vez, foi Elaine Herzberg, de 49 anos, atingida por um veículo autônomo que estava tripulado por um operador detrás do volante.

Embora a batida em si não tenha sido fatal, a mulher veio a falecer no hospital devido aos ferimentos. Uma investigação sobre o caso, por fim, ainda continua em curso.