A fabricante norte-americana de helicópteros Bell apareceu na CES 2018 com uma prévia do que a empresa espera ser o primeiro veículo elétrico de decolagem vertical a transportar passageiros em serviços como o UberCopter pelos EUA. A empresa, entretanto, trouxe apenas a cabine do veículo, desenvolvida para oferecer acesso à internet para os passageiros durante toda a sua viagem.

Estamos mantendo nosso formato único do sistema de propulsão para nós mesmos por enquanto…

O formato das hélices e do sistema de propulsão como um todo está sendo mantido em segredo para que as concorrentes que trabalham em projetos similares não possam copiá-lo. “Estamos mantendo nosso formato único do sistema de propulsão para nós mesmos por enquanto…”, justificou para jornalistas na CES 2018 Scott Drennen, diretor de inovação da Bell.

Drennen ainda discorreu sobre o fato de o dito veículo estar sendo pensado como parte da Internet das Coisas. “A conectividade vai acontecer a partir do lugar onde os passageiros decolam até onde eles desembarcam, com a possibilidade de se conectarem com amigos, colegas de trabalho etc.”, argumentou.

Apesar disso, Drennen não comentou exatamente como seria a experiência do usuário ao chamar um táxi aéreo como esse. Seria ele um veículo aéreo autônomo ou pelo menos semiautônomo para que a conectividade com a internet seja realmente útil para algo além de navegar no Facebook durante o trajeto? A Bell, pelo menos, é uma das primeiras companhias a firmar uma parceria com o Uber para oferecer helicópteros elétricos para uso sob demanda, que poderão ser chamados por um app assim como chamamos um carro hoje.

Ter pelo menos um veículo do tipo para realizar uma demonstração nos primeiros anos da década de 2020

O objetivo dessa parceria é ter pelo menos um veículo do tipo para realizar uma demonstração nos primeiros anos da década de 2020 e, alguns anos depois, oferecer um produto finalizado. Para que isso dê certo, entretanto, a cabine do helicóptero precisa ser confortável, com nível de barulho reduzido e segura. Drennen acredita que, caso isso não seja possível, esse tipo de transporte não vai se popularizar.

Por conta disso, a Bell levou apenas a sua cabine para a CES 2018 e vem explicando que é a primeira fabricante de helicópteros a aparecer na feira em toda a sua história. O lançamento completo do helicóptero fica para outra data ainda não revelada.