O Wall Street Journal divulgou um artigo recentemente no qual afirmava que a produção do Tesla Model 3 estava devagar porque a montadora estava precisando conduzir alguns processos de forma manual enquanto não resolvia que tipo de robôs utilizar.

A empresa imediatamente soltou uma resposta dizendo que o texto estava “fundamentalmente errado e enganoso”, já que a linha anda muito bem, obrigada, e que tudo era uma questão de ter cuidado. Isso foi reforçado por Elon Musk em uma postagem recente em seu Instagram, na qual ele mostra um Model 3 sendo produzido a um décimo da velocidade esperada– então não, o vídeo não está com slow-motion.

The Model 3 body line slowed down to 1/10th speed

Uma publicação compartilhada por Elon Musk (@elonmusk) em

O ponto principal que Musk quis mostrar é de que a operação mais vagarosa é proposital, já que essa é uma das formas de garantir que a operação está consistente e que algum operador pode parar as máquinas caso perceba que alguma coisa está errada sem gerar prejuízos enormes.

Ainda assim, isso não elimina o fato de que a produção está atrasada em relação ao planejamento original. Mais, a empresa não falou nada acerca das alegações de que algumas peças estão tendo que ser montadas manualmente, o que é algo estranho para um veículo que deverá ser produzido em grande escala.

A Tesla afirma que a escalada de produção é “uma linha em forma de S que tem uma subida exponencial”, enquanto Musk diz que cada dia que passa pode fazer uma diferença enorme. De qualquer forma, se o objetivo era mostrar que a linha de produção do Model 3 existe e está funcionando (mesmo devagar), o objetivo foi cumprido.