Taxa de rotação elevada, concorrência pesada, sistema de classificação e longas jornadas de trabalho. Essas são as principais queixas de quem trabalha como motorista do Uber e agora você pode ter uma ideia de como seja isso: o Financial Times criou um jogo online para ilustrar melhor relatos reais a partir de entrevistas com dezenas de condutores.

Game utilizou dados de relatos a partir de entrevistas com dezenas de condutores

A partida começa em um cenário comum para diversos desempregados que encontram na plataforma uma esperança para deixar as contas em dia: você atua como um pai de família que precisa alimentar os filhos e tem uma semana para pagar US$ 1 mil da hipoteca da casa. Ou seja, o jeito é ir para a rua.

Uber Game

Você pode embarcar na aventura no nível mais fácil (“Easier”) como alguém que, apesar de estar sem grana, ainda tem bom crédito na praça e pode viver em uma cidade como São Francisco; ou na jogatina mais difícil (“Harder”), com o nome sujo e no trânsito de Sacramento.

Escolhas difíceis

O game conta com um visual interessante, que lembra as cidades de Sim City e o painel atualiza constantemente a verba que você reuniu, a data e horário e sua avaliação. O primeiro item serve para ficar de olho no objetivo — alcançar US$ 1 mil — e o segundo é importante para contabilizar o tempo restante e também o contexto de suas corridas. Já o terceiro pode ajudar ou atrapalhar seu desempenho.

A várias decisões que você toma afetam diretamente os eventos de seu dia inteiro

Toda a ação é baseada em alternativas a partir de adventure textual em inglês e ilustrado. Você aceitaria deixar um passageiro em um local proibido? Prefere deixar o filho sem brincadeira na noite de hoje para ganhar um extra? Vai deixar alguém entrar comendo hambúrguer ou resgatar uma pessoa vomitando? Vai colocar créditos no celular ou arrumar o carro?

Uber Game

Essas e diversas outras situações, como conserto de carro ou precisam de uma resposta e tudo o que você fizer vai trazer alguma consequência. A jornada é um misto de game de gerenciamento de tempo com história interativa. Mas pode ser também uma boa maneira de compreender o dia a dia de quem vive do Uber.