Que jogue a primeira pedra quem nunca tentou mexer algo – tipo uma porta – com a mente quando era criança. Para essas e tantas outras pessoas, a startup Neurable tem uma ótima surpresa: a empresa lançou “The Awakening”, um game em VR que é controlado através de suas atividades cerebrais.

A proeza é possível graças a um equipamento desenvolvido pela startup que conta com eletrodos que fazem a detecção de padrões de atividade cerebral. Eles são colocados em uma toca que é acoplada a um headset de realidade virtual, um HTC Vive.

Ver a coisa toda em ação é, no mínimo, impressionante:

No jogo, você é colocado no papel de uma criança com poderes telecinéticos, ou seja, que é capaz de mover objetos usando o poder da mente – algo que, tecnicamente, você também está fazendo. O objetivo é fugir do laboratório em que você está preso como uma cobaia de um projeto.

Embora a movimentação seja feita de forma automática, a ação de segurar um certo objeto ou arremessá-lo é feita graças a interpretação das atividades cerebrais feita pelo sistema, que acontece através de um algoritmo de inteligência artificial, que converte esses sinais em ações dentro do game.

Tanto o The Awakening quanto o headset da Neurable só estão disponíveis como uma demonstração que a empresa faz em feiras de games e tecnologia pelo mundo.