Não faz muito tempo que uma dupla de clientes da Tesla fez o chamado “hypermiling” com um Tesla Model S, percorrendo a maior distância que conseguiam com apenas uma carga de bateria.

Na ocasião, a distância registrada foi de pouco mais de 900 quilômetros, mas um grupo de fãs da marca na Itália resolveu fazer a sua versão do teste e conseguiu superar a marca dos 1.000 km. O Tesla Owners Italy percorreu um total de 1.078 quilômetros com um Model S P100D antes de a bateria acabar – o que configura um novo recorde para veículos elétricos. O consumo de energia do carro foi de 98,4 kWh.

O teste durou 29 horas, com uma velocidade média de 40 km/h, uma velocidade bem plausível para um ambiente urbano. A única modificação no veículo foi um jogo de pneus de baixa resistência à rolagem. O ar-condicionado ficou desligado o tempo todo e o sistema de direção semiautônoma foi utilizado para auxiliar na manutenção da velocidade constante.

Elon Musk já havia indicado sobre a possibilidade de um Model S superar os mil quilômetros de autonomia quando os primeiros “hypermilings” começaram a ser registrados. O CEO foi ao Twitter para parabenizar o time do Tesla Owners Italia pelo feito.

O teste, obviamente, não reflete uma situação real de uso do veículo, mas serve para mostrar quais são os reais limites e a eficiência real das baterias que estão sendo utilizadas atualmente nos carros elétricos.