Um Tesla Model S é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 2,3 segundos e a força aérea norte-americana parece ter encontrado uma utilidade para isso: acompanhar aviões militares em suas decolagens.

O flagra foi feito no aeroporto de Fairford, uma das bases da USAF no Reino Unido, e mostra um Model S acompanhando um avião de espionagem U-2 durante o processo de decolagem. A prática, no entanto, não é incomum: os carros acompanham as aeronaves para monitorá-las na pista e também para instruir o piloto durante a aceleração.

No caso U-2 isso é fundamental, visto que a posição do seu trem de pouso e sua largura faz com que seja necessário que ele tenha “rodinhas” para se manter estável enquanto não sai do chão.

Usualmente, a força aérea usava carros norte-americanos potentes, como era o caso do Pontiac GTO, conduzido por outros pilotos do U-2 que passam informações sobre possíveis ajustes durante a aceleração e também passam a velocidade para o piloto na aeronave.